política

Zaffa e CAB se manifestam sobre atraso de salários em Gravataí; ’Vou monitorar a empresa dia a dia’

O prefeito Luiz Zaffalon e o proprietário da CAB Vilmar Chagas se manifestam após o artigo que publiquei ontem, O calote da CAB em Gravataí: o que Zaffa e a oposição fazem, e como pode acabar bem ou mal para os funcionários assalariados; A malandragem das empresas nas licitações.

– Tive reunião com o dono da empresa. Vamos ajudá-lo aceitando nota fiscal de prestação de serviço da primeira quinzena de janeiro e com o tempo equalizar. Sabemos que a folha de janeiro é bem menor e junto com a empresa e no rigor da lei, vamos ajudá-los neste momento difícil – explicou Zaffa.

– A crise da covid foi péssima para vários segmentos. Ele conseguiu resistir sem demissões até dezembro de 2021 e isso teve o custo do desarranjo nas contas, igual a tantas outras empresas. Vou monitorar dia a dia a condição da empresa. A rescisão é o pior caminho para todos. Uns tem salário com atraso, muitos nada tem. Vamos reverter – concluiu o prefeito.

O proprietário da CAB enviou nota.

“…

Assumimos os serviços em Gravataí em 2013, de forma emergencial, absorvemos quase 100% dos colaboradores que já atuavam em favor da municipalidade e mantivemos os serviços essenciais e os pagamentos de nossos colaboradores.

A pandemia do coronavírus, assim como atingiu o comércio e serviços, também atingiu de forma desfavorável esta empresa, visto que passou por enormes custos financeiros ao absorver os afastamentos legais e o aumento de custos decorrentes deste momento ainda delicado.

O mês de dezembro de 2021 foi atípico, com a geração de um grande lote de férias, visando que os colaboradores estivessem disponíveis em fevereiro de 2022, para o início das aulas e isto, causou o desequilíbrio que estamos sofrendo agora, pois acumularam-se 13º, férias de um grande número de colaboradores e folha de pagamento integral.

Estamos realizando todos os esforços, para equacionar este problema e isentamos o Município de Gravataí quanto aos fatos.

Importante esclarecer que apenas uma parcela dos colaboradores está ainda aguardando receber parte dos salários de dezembro. Sendo que a grande maioria, já recebeu todo o valor, seja de férias, seja de salários referentes a dezembro de 2021 e tal já fora comprovado perante as secretarias do município.

Estamos fazendo todos os ajustes possíveis para equacionar o problema de vez e restabelecer o pacto firmado com nossos colaboradores.

Não estamos de portas fechadas, não somos caloteiros, somos uma empresa que enfrentou junto com o Município de Gravataí o início, o meio e o auge da pandemia, arcando com todos os afastamentos decorrentes de covid sem demitir.

Esclarecemos que de livre e espontânea vontade, não teríamos nos submetido e nem submetido a municipalidade a todos os embaraços ocorridos durante este período, eis que recebemos ataques virtuais de vereadores de oposição ao atual governo, recebemos ataques de ideologia de gênero a uma de nossas colaboradoras em grupos de Whats App, ameaças de agressões e mesmo assim, permanecemos de portas abertas.

Temos confiança de que superaremos estas dificuldades e pedimos desculpas aos pais e mães de família que laboram conosco, por todos os contratempos causados.

…”

 

Ao fim, aguardemos a coisa seja resolvida da melhor forma para os funcionários.

Como observei ontem, fato é que Zaffa, o contratante, tem uma CAB para resolver, tenha culpa ou não.

 

LEIA TAMBÉM

Um ano de governo, 1h com Zaffa: balanço e perspectivas; Covid, Rio, investimentos, Zaffari, pauta-bomba da Sogil e outras polêmicas

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »