veraneio das urnas

Maroni, dissidência de pedigree

Maroni (de azul), com Rosane, o vice e também vereador Alex Peixe e Nyaya D´Ávila, filha da candidata

Uma dissidência de pedigree do PR gaúcho não aceitou a troca de Rosane Bordignon (PDT) por Marco Alba (PMDB), na virada da ‘eleição que não terminou’ para o ‘veraneio das urnas’. Rodrigo Maroni veio à aldeia trazer apoio para a candidatura a prefeita da vereadora e esposa do ‘Grande Eleitor’, Daniel Bordignon.

De um início de carreira política conhecido como ‘o ex da Manuela’, o professor de história foi reeleito o quarto vereador mais votado (11.770) em Porto Alegre e, no Brasil, foi quem mais recebeu votos como representante da causa animal, na qual se tornou uma referência entre protetores e ativistas – que o amam, ou odeiam.

– A Rosane tem um compromisso com a causa – resumiu ao Seguinte:, após visita à Câmara de Gravataí, acompanhado pelo ex-presidente estadual Cajar Nardes, destituído após a chegada de Giovani Cherini, que impediu a candidatura de Maroni a prefeito da Capital, ano passado, e levou o partido notabilizado por acolher o deputado federal Tiririca, para a base de Nelson Marchezan.

 

LEIA TAMBÉM

Rosane é Bordignon

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade