negócios

Empresa de Cachoeirinha vai operar tecnologia de logística reversa para Prefeitura de Porto Alegre

Empresa de Cachoeirinha será responsável pelo descarte de eletroeletrônicos de Porto Alegre

Na manhã desta segunda-feira o prefeito em exercício, Maurício Medeiros, participou do ato de assinatura do termo de cooperação entre a empresa Trade Recycle, com sede em Cachoeirinha, e a Prefeitura de Porto Alegre para a implementação da Logística Reversa de Eletroeletrônicos com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree).

Medeiros recebeu o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, e o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, que participaram do evento para implementação da Central de Logística Reversa de Eletroeletrônicos.

O contrato acontece através de uma parceria público-privada com a Trade, que permite que Porto Alegre integre a política nacional chamada Lixão Zero, que trabalhará pela destinação final ambientalmente correta para os resíduos eletroeletrônicos da Capital.

– Também realizamos o pedido para inclusão no projeto que, futuramente, será aberto para outros municípios. Até o momento, somente as capitais estaduais podem participar – explica o prefeito em exercício.

Também estiveram presentes o presidente da Abree, Sergio Mauricio; a secretária de Parcerias de Porto Alegre, Ana Pellini; o secretário adjunto de Estado do Meio Ambiente e Infraestrutura, Guilherme de Souza; secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França; os secretários portoalegrenses de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Germano Bremm; de Serviços Urbanos, Marcos Felipi Garcia; diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), Paulo Marques; e os vereadores da Capital Cláudia Araújo e Moisés Barboza.

A logística reversa possibilita o descarte, transporte, manejo e reciclagem de bens de consumo para que sejam convertidos em matéria-prima para a indústria. É um trabalho pela destinação ambientalmente adequada de resíduos eletroeletrônicos, assegurando que todos os estágios sejam realizados de maneira segura e rastreável.

Em fevereiro de 2020, foi aprovado pelo Ministério Ambiente, o decreto 10.240. O documento é um complemento à Política Nacional de Resíduos Sólidos e estabelece diretrizes para o controle dos resíduos eletrônicos no Brasil. 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade