debate tve, 20h30

Como eles e elas gostariam de aparecer (e não)

Equipe técnica da TVE já fez testes para o debate desta terça à noite

Logo mais, 20h30, as seis candidaturas à Prefeitura de Gravataí participam na TVE do primeiro debate do ‘veraneio das urnas’.

Com base em seus discursos, trajetórias e a forma como são apresentadas as campanhas, o Seguinte: faz um exercício de adivinhação e projeta como os candidatos e candidatas gostariam de ser vistos ao fim da peleia, que será transmitida ao vivo pela tv e facebook.

Também listamos flancos de ataques, fortes mas sem baixar o nível.

 

MARCO ALBA (PMDB)

Como gostaria de ser visto:

O gestor experiente que enfrentou dívidas e uma das maiores crises políticas e econômicas, mas conseguiu equilibrar as contas, retomar a capacidade de investimentos e fazer obras.

Onde pode ser atacado:

: Pela demora a acontecer as obras são apontadas pela oposição como ações de véspera de eleição e Marco é acusado de ter sido um prefeito ausente.

A ligação com governos impopulares de Sartori e Temer.

 

ROSANE BORDIGNON (PDT)

Como gostaria de ser vista:

A esperança de reproduzir os governos de alta popularidade do marido Daniel Bordignon.

Onde pode ser atacada:

O afastamento de uma década da vida pública, entre a época em que ocupou cargos e sua eleição a vereadora.

Além de Bordignon ser impugnado pela terceira vez por improbidade administrativa, mesmo dizendo pelas ruas que poderia assumir, os dois ‘postes’ eleitos com seu apoio, Sérgio Stasinski e Rita Sanco, não deram certo.

 

ANABEL LORENZI (PSB)

Como gostaria de ser vista:

A novidade, uma forma de governar diferente de Bordignon e Marco, unindo diferentes forças políticas.

No que pode ser atacada:

Adversários acusam-na de, apesar de uma longa trajetória em cargos, ser uma ‘página em branco’ em realizações.

A fragilidade de sua coligação, marcada por dissidências de algumas das principais lideranças políticas dos partidos, como Levi Melo e Dimas Costa.

 

VALTER AMARAL (PT)

Como gostaria de ser visto:

O representante da resistência de um partido cujos governos na cidade e no país tiveram grandes momentos.

No que pode ser atacado:

Os sucessivos escândalos de corrupção envolvendo governos do PT.

O ‘golpe das urnas’ que, com a queda de 45 mil para 2,5 mil votos, mostra a reprovação ao partido na aldeia, hoje.

 

RAFAEL LINCK (PSOL)

Como gostaria de ser visto:

Aquele que não participou dos governos do PT, nem participa dos governos Sartori ou Temer, e é a voz dos indignados com a corrupção.

No que pode ser atacado:

Acusado por outros ‘canhotos’ de ser “a esquerda que a direita gosta”, e de “radicalismo” pelos ‘destros’, há dificuldade de aceitação de parte da sociedade do discurso libertário em relação a questões de gênero, aborto e drogas.

Experiência na única prefeitura do partido, em Itacoara, não reeleita, foi marcada pelo caos político.

 

SADAO MAKINO (PSTU)

Como gostaria de ser visto:

A voz do peão nas fábricas.

No que pode ser criticado:

A utopia do discurso de um mundo sem patrões.

 

Como assistir ao debate

 

A TVE, que já promoveu um debate na 'eleição que não terminou' em outubro, transmite o encontro entre os prefeituráveis pela televisão aberta, a partir das 20h30 desta terça-feira, e pelo facebook, que também será compartilhado pela gente aqui.

 

LEIA TAMBÉM

Prefeituráveis confirmados no debate da TVE

Quem ganhou o debate da TVE?

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade