habitação

Comitiva de Cachoeirinha busca apoio de Stédile para atender 6 mil famílias em moradias irregulares

Secretários buscam política habitacional para famílias que residem em áreas de risco, alta tensão, do Estado e no IRGA

Secretários de Assistência Social, Cidadania e Habitação, Cristiana Mesquita, e Governança e Gestão, João Tardeti, se reuniram com o secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, ex-prefeito do município, para debater medidas para a promoção de políticas habitacionais para cerca de 6 mil famílias de Cachoeirinha.

O encontro teve como objetivo buscar providências referentes às áreas do Estado que encontram-se com ocupações irregulares consolidadas.

– Uma das soluções possíveis é o repasse dessas áreas para o município. Desta forma, poderemos oferecer moradias dignas para essa parcela da população – diz a secretária de Assistência Social, Cristiana Mesquita.

As áreas ocupadas estão localizadas entre os bairros Nossa Senhora Aparecida, Jardim Vitória, na Rua Quatro e em parte do Jardim Conquista. Às ocupações ocorreram há mais de 25 anos.

Outra pauta debatida na reunião foi a possível parceria para o reassentamento de famílias moradoras de áreas embaixo de fios de alta tensão localizadas nos bairros Canarinho, Navegantes e na Rua Quatro. Foram levadas, pelos secretários municipais, propostas de possíveis áreas para a construção de residências para a população de baixa renda. 

– A estimativa de famílias em situação de irregularidade no município é de cerca de seis mil – informou o secretário de Governança e Gestão, João Tardeti.

– Inclusive, o município é parceiro do governo do Estado e Corsan para a aplicação do projeto Água, Vida  e Cidadania, que contempla essas áreas irregulares já consolidadas – completou.

Após a conversa, ficou definido que será intermediada uma reunião com o presidente do IRGA, a Secretaria Estadual de Agricultura e a Prefeitura. 

Também participaram a diretora municipal de habitação, Cláudia Fagundes, o assessor municipal de Governança, Éder da Silva Fortes, e a diretoria estadual de Regularização Fundiária e Reassentamento, Letícia Gomes.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade