meio ambiente

Cachoeirinha é a primeira do país a aderir ao Copinho Legal

Cachoeirinha é a primeira prefeitura do Brasil a aderir ao Copinho Legal, promovido pelo Instituto Sustenplást. A iniciativa tem por objetivo recolher copos e outros itens plásticos descartados nos prédios públicos municipais e destiná-los ao programa socioambiental, que repassa o valor arrecadado para as entidades assistenciais do terceiro setor cadastradas no programa. Mais informações podem ser obtidas em www.copinholegal.com.br.

Os copinhos usados e demais artefatos de plástico, como pratos e talheres descartáveis, deverão ser recolhidos pelas Secretarias Municipais e órgãos da Administração Indireta, em recipientes disponibilizados em seus espaços. 

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e Habitação (SMASCH) ficará responsável pela coleta dos itens, bem como para determinar a periodicidade mínima da coleta. Os materiais serão entregues nas sedes das entidades assistenciais participantes que serão apresentadas no site e nas redes sociais do município. Os materiais recolhidos não precisam ser lavados e deverão ser acondicionados em sacos plásticos transparentes.

 

O programa

 

O Copinho Legal, lançado em 2020 pelo Instituto SustenPlást no Rio Grande do Sul, em parceria com a Câmara de Descartáveis da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), fomenta a coleta de copos, pratos e talheres de uso único em prol de entidades assistenciais.

O Copinho Legal é uma oportunidade de captação de recursos para entidades assistenciais. Copos pratos e talheres descartáveis devem ser coletados em sacos plásticos transparentes tomando o cuidado para que outros materiais não estejam misturados como latas, parafusos, papel, etc. Não é necessário lavar nem separar os itens por cores.

O material deve ser entregue seguindo separação em dois grupos: a) brancos e transparentes completamente lisos (sem estampas) e coloridos e/ou com estampas. Mais informações podem ser obtidas em www.copinholegal.com.br  

O Instituto Sustenplást, que promove o Copinho Legal, conta também com outros dois programas: Tampinha Legal e Canudinho Legal.

O Tampinha Legal é o maior programa socioambiental de caráter educativo em economia circular de iniciativa da indústria de transformação do plástico da América Latina. Foi lançado em 2016 e propõe ações modificadoras de comportamento de massa através do incentivo à coleta de tampas de plástico. Funciona assim: as entidades assistenciais arrecadam tampinhas plásticas e classificam por cor. O material é destinado ao Tampinha Legal, que vende para os recicladores. O valor arrecadado é destinado para as entidades assistenciais cadastradas no programa. Dessa forma, há um ganho educativo, social e ambiental, uma vez que as comunidades se engajam na coleta dos materiais e provocam a discussão sobre o destino consciente do plástico. 

Em quatro anos foram arrecadadas mais de 576 toneladas de tampinhas plásticas, recolhidas nos mais de 2,8 mil pontos de coleta distribuídos pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás e Distrito Federal. O material se transformou em mais de R$ 1 milhão destinado às entidades assistenciais participantes.

.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade