tecnologia

Sonho tecnológico de Marco Alba e Zaffa se torna realidade em Gravataí

O prefeito Luiz Zaffalon, acompanhado pelo vice-prefeito Dr. Levi Melo, participou do lançamento do grupo de investidores do PradoTech, realizado no Espaço Parador del Prado, no Prado Bairro-Cidade, em Gravataí. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Gravataí, a Aceleradora Ventiur e o parque tecnológico PradoTech, com foco no desenvolvimento de startups da região, como o Seguinte: reportou domingo em PradoTech: parque tecnológico de Gravataí terá fundo de 20 milhões para investir em inovação; O Zaffa tuitou.

– É com grande satisfação que participamos deste empreendimento. Temos que mudar o cenário da cidade, criando novas alternativas para a população, e esta é uma grande oportunidade para isso – ressaltou Zaffalon.  

O prefeito lembrou o empenho do governo municipal para implementar uma secretaria especializada em Ciência, Inovação e Tecnologia, o que é muito importante para o desenvolvimento deste novo mercado, que possui grande potencial na geração de empregos e renda para a cidade. 

Junto com isso, Gravataí também está investindo na capacitação de jovens para atuarem neste mercado, que carece de mão de obra especializada, por meio de programas como o Usina de Talentos. Estas atividades estão permitindo que centenas de alunos da rede municipal tenham acesso a cursos de capacitação nestas áreas. 

O ex-prefeito de Gravataí Marco Alba, também convidado para o evento, lembrou das tratativas para a implementação do que, hoje, se transformou no PradoTech, em uma reunião que ocorreu em setembro de 2019, o então prefeito aproximou os representantes da AGTI com o empresário Carlos Johannpeter, sócio-diretor da Domus Populi, gestora do projeto de construção do Prado.

– Nosso sonho se tornou realidade – disse.

De acordo com a titular da Secretaria Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia (SMICT), Selma Fraga, Gravataí tem uma base legislativa e institucional muito sólida e moderna, o que favorece o desenvolvimento destes novos negócios, impulsionando a economia do município.

– Nossa legislação é moderna e estamos permanentemente nos adaptando para estar nesse mercado, que trará muitos benefícios para a cidade.

O presidente do Instituto Prado, Carlos Gerdau Johannpeter, ressaltou a alegria de estar em Gravataí, com um governo que apoia o desenvolvimento da educação. Já a CEO do PradoTech, Susana Kakuta, destacou a importância deste projeto para alavancar startups de alta qualidade tecnológica.

O CEO da Ventiur, Sandro Cortezia, apresentou o trabalho da aceleradora neste mercado de inovação que possibilitou o desenvolvimento de mais de 70 startups, a partir de uma rede que conecta negócios e investidores, composta por mais de 100 mentores, 250 investidores e diversas instituições especializadas nesta área. 

 

Sobre o grupo de investidores

 

O Grupo atuará como o braço de investimentos do PradoTech, empreendimento lançado em dezembro passado, que espera atrair 120 empresas âncoras e startups. O veículo de investimento selecionará startups em fase de validação e tração, com objetivo de investir entre R$ 200 mil e R$ 1 milhão em cada uma. 

Serão buscados negócios de setores como Tecnologia da Informação, Comunicação e Convergência Digital, Inteligência Artificial e Internet das Coisas (IoT), Novos Materiais, EdTechs, Nano e Biotecnologia, Robótica, Indústria 4.0, Logística 4.0, Govtechs e Deeptechs. O primeiro processo de seleção e aporte deve ocorrer já no segundo semestre de 2022.

Durante o evento, estiveram presentes o vice-prefeito Dr Levi. Melo, o secretário municipal da Fazenda, Planejamento e Orçamento (SMFPO), Davi Severgnini, e representantes de empresas, instituições e empreendedores locais.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »