rio secando

Sem barragens no Rio Gravataí por mais 4 anos; Após reunião com Leite, Zaffa alerta: ’Vai faltar água’

Ao que parece, o sincericída Luiz Zaffalon ‘entregou os tacos’ em relação à construção de barragens para evitar que o Rio Gravataí continue secando e ameace com racionamento de água as 500 mil pessoas já mal abastecidas em meio a um verão infernal, no qual as bacias hidrográficas gaúchas já apresentam níveis de alerta, como o Seguinte: reporta desde dezembro em Rio seco: Gravataí decreta situação de emergência.

Olha o que postou o prefeito após reunião com o governador Eduardo Leite, ao lado de outros prefeitos da Grande Porto Alegre como Maurício Medeiros, de Cachoeirinha, para cobrar agilidade na construção.

– No encontro foi confirmado que o Estado já recebeu, em 2012, recursos federais, em torno de R$ 5 milhões, para fazer as obras de 13 microbarragens no Rio. Só agora, neste ano, que o EIA/Rima foi licitado, contratado e deve ser feito. Depois disso, ainda tem que se fazer os projetos e executar a obra. Ou seja, deve demorar uns 4 anos para termos tudo pronto.

O que vai acontecer, Zaffa já prevê com a experiência de ex-diretor geral da Corsan gaúcha:

– Até lá, infelizmente, deverá faltar água!

 

LEIA TAMBÉM

Dois anos de espera: Comitê da Bacia cobra 8,5 milhões em projetos contra seca no Rio Gravataí

 

É trágico o apelo feito pelo prefeito:

– Precisamos, cada vez mais, que a população seja consciente e que todos os municípios atingidos, façam a sua parte, cobrando as obras e fazendo campanhas sobre o uso racional do recurso. Alvorada depende 100% do rio, Viamão 95% e Gravataí 50%. Os outros municípios não enviaram representantes para a reunião, mas os representei. A população, a indústria e a agricultura irão sofrer enquanto ações efetivas de combate à estiagem não forem feitas pelo estado. É hora da união de todos!

Nota divulgada após a reunião com a Granpal informa que “o governador Eduardo Leite afirmou que o Executivo está comprometido com o tema e solicitou agilidade à Metroplan no processo de efetivação das microbarragens”.

 

LEIA TAMBÉM

Cinco carros de som circulam por Gravataí pedindo que população não desperdice água

 

Ao fim, e lamentavelmente, o sincericídio de Zaffa representa uma incontestável verdade. Como é ano eleitoral para o Palácio Piratini, possivelmente teremos anúncio de projetos prontos e licitação lançada. Obra feita, não.

Fato é que as barragens, para as quais há dinheiro desde 2012, foram caloteadas pelos governos Tarso Genro (PT), José Ivo Sartori (MDB) e, agora, Eduardo Leite (PSDB), o que não livra nenhum político da responsabilidade – nem Zaffa.

Muita seca ainda vai passar por dentro desse rio; e nossas torneiras.

 

Assista o que disse Zaffa à TV Seguinte:

 

LEIA TAMBÉM

Verão do racionamento e falta de água: Prefeituras pressionam Estado por minibarragens para solucionar Rio ’seco’ Gravataí

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »