o seguinte indica:

Supremo autoriza investigação sobre conluio de senadores para obstruir a Lava Jato

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato | Foto JOÉDSON ALVES

Edson Fachin dá aval para apurar a atuação de Renan Calheiros e Romero Jucá no sentido de criar obstáculos ao processo. Sarney também é investigado

 

Se restava alguma dúvida de que a Operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras, não seria interrompida nem atrasada por causa da morte do juiz Teori Zavascki, essa incógnita se desfez. O ministro Edson Fachin, que assumiu a relatoria do caso no Supremo Tribunal Federal, autorizou o início de uma investigação contra o ex-presidente José Sarney e os influentes senadores Romero Jucá e Renan Calheiros (todos do PMDB), por suspeita de tentarem obstruir a maior operação anticorrupção da história brasileira.

O Seguinte: recomenda a leitura na íntegra da reportagem do El País clicando aqui.

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade