o seguinte indica:

Sobram polêmicas e apoio político para Alexandre de Moraes

Presidente Michel Temer com seu indicado para o STF, o ex-ministro da Justiça Alexandre de Moraes. Foto | Andressa Anholete | AFP

Logo após ser indicado a um dos principais cargos do Judiciário brasileiro, o ministro da Justiça agora licenciado, e fiel escudeiro do presidente Miche Temer, Alexandre de Moraes, virou vidraça. Desde que seu nome foi confirmado na última segunda como o indicado do atual Governo para o Supremo, as polêmicas envolvendo o seu nome só fazem crescer. A mais recente, divulgada na última quinta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, trata de algo inaceitável no meio acadêmico: o plágio de uma obra em um livro publicado quase duas décadas atrás. A reportagem relata que, em seu livro Direitos Humanos Fundamentais, Moraes reproduziu, sem dar os créditos, trechos da obra Derechos Fundamentales y Principios Constitucionales, de autoria do respeitado jurista espanhol Francisco Rubio Llorente (1930-2016).

Confira a reportagem completa do El País clicando aqui.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade