house of cards brasil

O SEGUINTE INDICA: Rodrigo Maia, o liberal alinhado a Temer que presidirá a Câmara

Rodrigo Maia, novo presidente da Câmara | Foto FABIO RODRIGUES POZZEBOM

Parlamentar pelo Rio construiu candidatura para disputar espaço com 'centrão'. Janot quer investigá-lo

 

Contra o aborto, o regime de partilha do pré-sal, a legalização da maconha e o aumento de impostos, o parlamentar pelo Rio, Rodrigo Maia (DEM), era visto nos bastidores como o mais sintonizado com os ideais do presidente interino Michel Temer, ainda que não fosse seu favorito desde o início para o posto. Para o Planalto, a vitória coloca um nome confiável para se ter na cadeira que decide quais projetos vão à votação no Congresso do país.

O filho do ex-prefeito do Rio César Maia chegou a ser cotado para atuar como líder do Governo neste ano, assim que Temer assumiu a presidência. Mas acabou perdendo a posição para André Moura (PSC), um candidato apoiado pelo ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), bastante ligado a Temer. Na eleição para a presidência da Casa, entretanto, o candidato de Cunha, Rogério Rosso (PSD) era um visto como mais instável para o Governo, já que era mais susceptível às pressões do grupo que o apoiou, o chamado centrãosegundo o analista político Antônio Queiroz, do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Os candidatos deste grupo, liderados pelo ex-presidente da Câmara, costumam direcionar seus apoios de acordo com seus próprios interesses e são vistos, muitas vezes, como chantagistas.

O Seguinte: recomenda a leitura na íntegra da reportagem publicada pelo El País. Clique aqui

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade