impeachment

Deputados aprovam abertura do processo de impeachment de Dilma

Com aprovação da Câmara, processo segue para o Senado | Foto ZECA RIBEIRO/Câmara dos Deputados

Plenário da Câmara aprova o pedido de impeachment de Dilma. Senado agora tem a atribuição constitucional de julgar a presidente da República por suposto crime de responsabilidade

 

Com o voto do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), o número de votos favoráveis ao pedido de abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff atingiu os 342 necessários para autorizar o julgamento da presidente da República pelo Senado, antes de terminar a votação. 

Bruno Araújo já ocupou, na Câmara, o cargo de líder da Minoria, que equivale a líder da oposição.

A marca é celebrada pelos parlamentares pró-impeachment, que gritam e entoam palavras de ordem. Esses gritos de comemoração aconteceram a cada voto favorável, especialmente no caso de dissidentes de partidos aliados a Dilma.

Agora, caberá ao Senado julgar a denúncia contra a presidente. Uma eventual condenação no Plenário daquela Casa retira Dilma do cargo e a torna inelegível por oito anos.

Até este momento, houve 127 votos contrários ao impeachment e 6 abstenções.

Leia aqui a reportagem completa e acompanhe a sessão também ao vivo pelo canal oficial da Câmara dos Deputados no YouTube

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade