luto

O adeus ao Dr. Ymay, uma lenda da medicina de Gravataí

Está sendo velado no Cemitério Ecumênico João XXIII, em Porto Alegre, e será sepultado às 17h30, uma lenda da medicina de Gravataí, Dr. Issao Ymay. O médico faleceu neste domingo de causas naturais aos 83 anos, no Hospital Moinhos de Vento.

As 1,2 mil reações, 360 comentários e 80 compartilhamentos à nota de pesar publicada no site da Prefeitura mostram um pouco da reverência de pacientes, colegas e amigos aos 50 anos de dedicação do Dr. Ymay à comunidade.

Cidadão honorário de Gravataí desde 2008, em cerimônia com a presença do cônsul do Japão, Haruyoshi Miura, Dr. Ymay deixa sua esposa, Kazú Hiwatashi Ymay, três filhos e netos.

O cirurgião geral e pediatra formado pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, da Ufrgs, assumiu como cirurgião do hospital Dom João Becker em 1970. Também atuou em diversos hospitais de Porto Alegre: HPS, Moinhos de Vento, Ernesto Dornelles e São Francisco, do Complexo Hospitalar Santa Casa.

Até 2003, integrou o Colégio Brasileiro de Cirurgia, ano em que encerrou as atividades como cirurgião de médio e grande porte, com um currículo de mais de 10 mil cirurgias.

Há cinco décadas morando em Gravataí, Dr. Ymay deixa como legado uma família ligada à área da saúde. Além da esposa, companheira de uma vida no consultório, dos três filhos dois atuam como cirurgiões dentistas e um como médico geriatra, nutrólogo e acupunturista.

A trajetória de Ymay se mistura com a história da medicina gravataiense.

– Na época, éramos três médicos no hospital. A primeira cirurgia que eu fiz tinha apenas seis pinças e um porta-agulha para suturar a pele – lembrou, em uma das últimas entrevistas.

Administrado há quase quatro anos pela Santa Casa, o Dom João Becker contabiliza quase meio milhão de consultas, mais de 30 mil cirurgias e dois milhões de exames em Gravataí, onde conta mais de 300 médicos e mil funcionários ativos.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »