política

Morre ex-prefeito de Cachoeirinha Alécio Goulart; De vendedor de pastéis a idealizador do Distrito Industrial

Faleceu nesta quarta-feira aos 89 anos o ex-prefeito de Cachoeirinha Alécio Caetano Goulart, vítima de um enfarto. No governo de Cachoeirinha, em períodos entre 69 e 77, foi idealizador do Distrito Industrial.

– O pai deixa um legado de empreendedorismo e honestidade para os filhos. Partiu lúcido, sempre de bom humor e trabalhando na venda de imóveis, que era o que mais amava – emociona-se a filha mais velha, Neida, proprietária do Chocolates Alaska, ao lembrar do pai para o Seguinte:.

O ex-prefeito deixa, além de Neida, a filha Neila, os filhos Alécio Jr. e Douglas, e, em memória, Neiva e Ana Paula, e a esposa Maria Judite.

Alécio, que chegou pobre na Cachoeirinha ainda não emancipada nos anos 50, começou vendendo pastéis no fim da linha dos ônibus de Gravataí em Porto Alegre e depois fundou a primeira imobiliária da cidade, a Goulart, próximo à ponte.

O corretor vivia há mais de 30 anos em Foz do Iguaçu, Paraná, na fronteira com o Paraguai.

Pelo voto popular, Alécio foi eleito vice de Rui Teixeira em 31 de janeiro de 1968, pelo MDB, partido que fazia oposição à ditadura instalada com o golpe de 64.

Com a cassação do primeiro prefeito pelos militares, assumiu interinamente a Prefeitura entre 9 de julho e 1º de setembro de 69, quando foi nomeado o interventor Aury de Oliveira.

Na eleição seguinte foi eleito prefeito. Tomou posse em 31 de janeiro de 1973 e governou até 30 de janeiro de 77.

O prefeito em exercício Maurício Medeiros (MDB) decretou luto oficial em Cachoeirinha.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »