política

Leite para Zaffa: ’Vou fazer’ elevada na 118 em Gravataí; A primavera das boas novas

Luiz Zaffalon está vivendo uma primavera de boas notícias para Gravataí. Nas últimas semanas, depois da turbinada na GM, que evita perdas no orçamento municipal que já chegam aos R$ 50 milhões na pandemia; na Prometeon, que aumentou a produção e chega a 2,2 mil funcionários; e na Magalu que inaugurou centro de distribuição de mais de 400 empregos, o prefeito testemunhou esquentar a promessa da construção de uma elevada na ERS-118.

O acesso entre o Distrito Industrial e a Centenário, além dos congestionamentos crescentes, é um ‘Km da morte’.

Na inauguração da gigante do varejo do Brasil no km 11 da 118, Zaffa agradeceu pela contribuição na duplicação da rodovia entre Sapucaia e Gravataí “para alavancar os investimentos na região” e pediu "um olhar especial para a entrada de Gravataí”.

– Atualmente, este é o nosso grande gargalo e tenho certeza que o Governo do Estado, sabendo da importância da cidade para a economia do RS, está atento a este problema viário – disse.

Eduardo Leite deu sinal verde.

– Temos um pacote de investimentos para o Estado sendo colocado em prática e, entre as muitas demandas, está o entroncamento da Avenida Centenário com a RS 118.

No mesmo dia, quando acompanhou executivos da Prometeon até o Palácio Piratini para anunciar ao governador a ampliação em 30% da produção mirando no agronegócio, Zaffa ouviu mais uma confirmação de Leite:

– Estarei em Gravataí em alguns dias conforme prometi ao prefeito, para dar a ordem de início da obra na 118 e já aproveito e vou visitar a fábrica – respondeu o governador, ao convite do CEO da Prometeon para Américas, Eduardo Fonseca.

Áudio do secretário estadual de Logística e Transportes Juvir Costella confirma que a licitação da obra será aberta em outubro. As estimativas de custo das obras de arte na rodovia duplicada ainda não são divulgadas oficialmente, mas ultrapassam R$ 30 milhões.

Ao fim, a elevada repõe a verdade sobre a 118, inaugurada sem estar pronta, ao menos para Gravataí, como analisei em janeiro em Duplicação completa da RS-118 é uma fake news.

E, como já antecipei Como polêmica do pedágio paralisa principais obras de Gravataí; A vibe de Zaffa com Leite, a vibe de Zaffa com o governador é melhor do que aquela que experimenta o ex-prefeito Marco Alba desde o ‘tchau Mercado Livre’, que tratei em uma série de artigos como Os ’negócios sigilosos’ do RS e o tchau, Mercado Livre, e também a deputada estadual Patrícia Alba, e reportei em artigos como A Gravataí que não engole pedágio: ’Depois de 14 anos pagando a duplicação ninguém merece’; O país do faturo e Privatização da Corsan: Patrícia Alba ’pega na mentira’ o governador; Deputada de Gravataí vota contra ’Pix ilimitado’ para vender a estatal.

– Faremos as obras em sintonia com o Governo do Estado – disse o atual prefeito na entrevista em vídeo 6 meses de governo: O sincericídio de Zaffa em vídeo; Os feitos, os planos e polêmicas como IPTU, Sogil, Corsan e mais.

É um compreensível pragmatismo.

Faz-me lembrar uma história millôriana: “Todo mundo fala, hoje, em pragmatismo, diz que é pragmático, que o pragmatismo é fundamental à manutenção da estabilidade nacional, etc. Mas pragmatismo mesmo, era o da cidadezinha de Tropolitar, em Ruanda, onde, tendo um ferreiro cometido um crime hediondo, a Justiça local, depois de processo rumoroso, enforcou um alfaiate. A cidade tinha dois alfaiates e só um ferreiro”.

 

LEIA TAMBÉM

Como a GM vai ajudar até a lojinha do Zaffa em Gravataí

Gravataí boa para investir: Prometeon aposta no agro e amplia produção local

Magalu inaugura centro de distribuição de 400 empregos em Gravataí

Gravataí recebeu 1 bilhão em investimentos em ano de pandemia; Alento ao inverno da ’GMdependência’

Um ranking para Zaffa e Marco Alba comemorar em Gravataí

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »