alagamentos

Gravataí teve, nas últimas 72 horas, chuva esperada para todo o mês de agosto

Mesmo com os altos volumes de chuvas dos últimos dias, Gravataí não teve registros de desalojados ou desabrigados. De acordo com a Defesa Civil, nas últimas 72 horas, choveu a média esperada para todo o mês de agosto.

– Nós temos trabalhado incansavelmente para diminuir os pontos de alagamentos. Já baixamos, ao longo dos últimos anos, 80 por cento – disse o prefeito Luiz Zaffalon.

Este já é o terceiro ano consecutivo em que não há desabrigados, por conta da chuva, no município. Fato atribuído às políticas de habitação da cidade que tiraram as famílias das margens dos rios, realocando-as em novos empreendimentos, como o Residencial Breno Garcia, que recebeu mais de 2 mil famílias, e o Residencial Novo Mundo, que acolheu outras 99, totalizando mais de 10 mil pessoas.

Outro fator determinante é que a Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop), vem atuando fortemente na manutenção e limpeza das redes pluviais, na substituição da canalização, na criação de redes e na limpeza de alguns trechos dos arroios onde há o descarte irregular de lixo.

O coordenador da Defesa Civil, Paulo Roberto, destacou a importância de a população descartar corretamente o lixo, que é a principal causa dos alagamentos.

– Gravataí tem três ecopontos, que são os lugares para a destinação de resíduos. É  importante que a comunidade descarte corretamente, para continuarmos contendo os alagamentos no município – alerta o coordenador.

Ainda de acordo com Paulo, o nível do Rio Gravataí, que, na quarta-feira, estava em 2,4 metros, nesta quinta-feira, 26, atingiu a marca dos 3,41 metros. O coordenador da Defesa Civil reforçou que este ainda é um nível aceitável e que a população não deve se preocupar.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »