educação

Escola Municipal João Paulo II usa lousa digital em projeto para alunos de séries iniciais

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) João Paulo II iniciou, no último mês, o Projeto de apoio Aprendendo a Aprender, onde foi implementado a alfabetização na lousa digital.

O projeto, que abrange crianças do primeiro ao quinto ano, visa uma alfabetização mais lúdica, onde, por meio de uma lousa interativa, os estudantes têm acesso a jogos, tabuada, exercícios de cálculo e separação de sílabas.

As atividades ocorrem para grupos de três a quatro alunos, duas vezes por semana, no período de uma hora, a fim de que todos tenham acesso à lousa, porém, com distanciamento social orientado.

O objetivo, segundo a diretora Tatiane Teixeira Sampaio, é sanar as dificuldades dos alunos, pois, desde o início do ensino híbrido na escola, percebeu-se determinada defasagem no aprendizado de conteúdos, como por exemplo: leitura, escrita, adição e subtração. Com isso, a escola desenvolveu o projeto de apoio, apresentou à Secretaria Municipal da Educação (Smed), e implementou a atividade no dia 13 de setembro.

Para as professoras responsáveis Patricia Pavoni e Catia Cilene, houve grande aceitação da parte dos alunos, o que gerou a evolução deles. Catia Cilene recordou um caso onde a criança ficou empolgada por ter percebido sua própria evolução nos conteúdos relacionados à matemática. 

A aluna Maria Anita Vanismar, do 4° ano, afirmou que já consegue realizar as atividades sem o auxílio da professora e que, com o acesso à lousa interativa, está aprendendo coisas novas.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »