política

Em audiência na Câmara, Santa Casa confirma novo hospital em Gravataí

De agosto de 2018 a setembro de 2021, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre realizou mais de 380 mil consultas, 30 mil cirurgias e dois milhões de exames em Gravataí. E isso em meio a um momento crítico na saúde mundial, gerado pela pandemia do Coronavírus. Esse e outros dados foram apresentados em prestação de contas pública, realizada na Câmara de Vereadores de Gravataí, na qual a diretoria do grupo hospitalar esteve à disposição dos parlamentares para questionamentos.

Além do balanço dos pouco mais de três anos de gestão, também foram apresentados projetos de ampliações no curto e médio prazo no Dom João Becker e, inclusive, a construção de um novo hospital, o que o Seguinte: antecipou nos artigos Gravataí terá ’novo hospital’; Santa Casa projeta complexo hospitalar no entorno do Becker e O que está sendo feito para melhorar atendimento no Becker; O único hospital de Gravataí, o ’câncer’ e a ’cura’.

Transferido pela Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria para a Santa Casa em julho de 2018, o Dom João Becker conta com 193 leitos, sendo 70% destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). São 16 unidades assistenciais, 16 consultórios e oito salas cirúrgicas, além de laboratório e UTI. Ao todo, são mais de mil funcionários ativos, sendo 288 médicos, 92 enfermeiros e 460 técnicos em enfermagem, além de colaboradores das áreas administrativas e de apoio assistencial.

– No período no qual estamos à frente do hospital tivemos um grande avanço assistencial, com a incorporação de novos serviços como o Centro de Tratamento da Obesidade, o Serviço de Cardiologia e o Serviço de Reabilitação. Vamos ampliar o alcance das especialidades para atender as necessidades de Gravataí – informou o superintendente, Antônio Weston.  

Segundo ele, já para 2022 estão previstos, além da Nova Emergência SUS e da Nova UTI, a estruturação dos atendimentos em endoscopia e cardiodiagnóstico, a consolidação do hospital-escola (parceria com a Unisinos), a reforma do laboratório e a criação de estacionamentos para o conforto de pacientes e acompanhantes. 

Durante o período de pandemia, a Santa Casa tem sido a principal parceira da prefeitura no combate a COVID-19. Com a criação do Hospital de Campanha, estrutura temporária construída ao lado do Becker, foi possível minimizar o impacto da crise sanitária no município. O HC contava com dez leitos, porém em março de 2021, no pico da pandemia, chegou a internar cerca de 60 pessoas simultaneamente.  

A falta de espaço para atendimento médico adequado fez a Santa Casa agir rapidamente e transferir pacientes para a capital, fora do sistema de regulação.

– Conseguimos absorver 36 pacientes do Dom João Becker em nosso complexo de Porto Alegre, permitindo que o Hospital de Campanha permanecesse atendendo a população de Gravataí com segurança – afirmou o diretor geral da Santa Casa, Júlio Matos.

Segundo ele, a gestão do HC também foi positiva do ponto de vista financeiro, já que cerca de R$ 4.300.000,00 repassados pela prefeitura foram economizados e devolvidos aos cofres públicos. 

Além da nova UTI, que deve ser inaugurada ainda em 2021, da nova emergência SUS, que será entregue em 2022, e das ampliações para o ano que vem, o planejamento da Santa Casa prevê reformas na Emergência Convênios, criação do Serviço de Quimioterapia e modernização das unidades de internação, do parque tecnológico e do Centro de Especialidades (localizado na rua Luiz Bastos do Prado) para os próximos anos.  

Além disso, um novo hospital também deve entrar em construção.

– Já temos a concepção de um novo projeto, fundamentado nas necessidades do município, especialmente das empresas locais, que indica ser fundamental a edificação de um novo hospital dentro de três a quatro anos. Será uma segunda estrutura hospitalar que irá ajudar o Dom João Becker na missão de ampliar o serviço de saúde da Santa Casa para Gravataí e região – previu Julio Matos.

Ele ainda ressaltou a necessidade do reconhecimento dos gravataienses de que “o Becker é o hospital que lhes pertence e por isso é merecedor da proteção de todos”.  

No final da audiência o presidente da Câmara Alan Vieira e vereadores entregaram cheque simbólico de R$ 3 milhões, já depositados, de sobra de orçamento para ajudar na construção da nova Emergência do hospital.

 

LEIA TAMBÉM

Gravataí pode receber ’uma nova Emergência do Becker’ após calote milionário 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »