política

Cristian Wasem começa mal seu governo em Cachoeirinha; Conheça os novos secretários e suas relações políticas

O prefeito interino Cristian Wasem (MDB) começa mal seu governo, ao menos no discurso, já que na político não restam surpresas. 

No anúncio do (nem tão) novo secretariado, o advogado que vai governar Cachoeirinha até a realização de uma nova eleição misturou (mal) sua crença religiosa com política, ao dizer que chegou ao cargo com uma “missão de Deus”.

Dos Grandes Lances dos Piores Momentos, porque o faz em uma cidade onde a política tem se misturado com polícia.

Reputo não pega bem citar o, para quem acredita, ‘santo nome’, como o culpado por Cachoeirinha viver alguns dos episódios mais lamentáveis de sua história política, com denúncias de corrupção, farras de viagens com dinheiro público, pix para cativar blogueiros, CPIs, impeachments e cassações que restam uma cidade parada há pelo menos dois anos, com o povo lá no fim da fila.

Já o anúncio dos nomes nesta quarta-feira causa pouca surpresa em quem acompanha a política local.

Cristian monta um governo de segurança, mantendo secretários e respeitando indicações de vereadores e partidos, o que, infelizmente, é recomendável para quem quer sobreviver no cativeiro que políticos submetem os prefeitos em Cachoeirinha.

Sua base é a mesma dos cassados Miki Breier (PSB) e Maurício Medeiros (MDB), com os dois partidos, o PDT, o Avante e o PSB, atraindo da oposição o Republicanos.

Há indicações, por exemplo, de pessoas com ligações com Maurício, como os nomes do MDB, e com o vereador socialista Gilson Stuart, citado nas investigações que levaram ao afastamento de Miki pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, sob suspeitas de corrupção apontadas nas operações Proximidade e Ousadia do Ministério Público.

Ficou de fora o PSD, mesmo que o partido tenha entre seus quadros Juca Soares, vereador que decidiu a eleição de Cristiam à Presidência da Câmara votando por videoconferência da Cadeia Pública, onde cumpre pena por suposta associação ao tráfico de drogas.

Essa é exclusiva: a grande ‘contratação’ de Cristian pode ser anunciada nos próximos dias. O ex-deputado federal Jones Martins (MDB) foi convidado para ser secretário da Saúde. O gravataiense, que chegou a fazer 51 mil votos concorrendo à Prefeitura vizinha em 2008, já ocupou o cargo e diretorias do Ministério da Saúde nos governos Dilma e Temer.

O convite aconteceu na segunda-feira, quando Jones acompanhou o deputado estadual e ex-secretário de Logística e Transporte do Estado Juvir Costella (MDB) na primeira visita recebida por Cristian, assim como tinha acontecido com o ex-prefeito Marco Alba no primeiro dia de Maurício como prefeito interino.

Para a saúde, Fernanda Falavigna Stringari foi indicada interinamente, como informou o próprio prefeito.

Ao fim, mantendo esse perfil do secretariado, difícil será para Cristian, caso seja candidato à Prefeitura na eleição suplementar, apresentar-se como oposição aos governos Miki e Maurício, os quais apoiou como vereador.

Seria ele, não só pela caneta na mão, o 'candidato do governo'.

 

LEIA TAMBÉM

A chapa ’imbatível’ na nova eleição de Cachoeirinha e os prováveis candidatos

 

O SECRETARIADO

Siga o currículo dos secretários, divulgado pela Prefeitura, onde acrescento as relações políticas de cada um. 

: Claudio Pinheiro – Secretaria de Educação.

O servidor aposentado da Corsan é o único a permanecer no cargo. Um abaixo-assinado com mais de 300 assinaturas de diretores e profissionais da educação pediu ao prefeito interino sua permanência.

É da cota pessoal do prefeito interino Cristian Wasem (MDB).

 

Eder da Silva – Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e Habitação

“Graduando em Direito, foi servidor público estadual na área de Segurança Pública por 11 anos. Líder comunitário do bairro Cohab de Cachoeirinha, foi membro da diretoria da Associação de Moradores (Asmocc). Na última gestão, era diretor da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos”.

Ligado ao vereador Gilson Stuart (PSB).

 

Sueme Pompeo de Mattos – Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico

“Advogada, pós-graduada em Direito e Administração Pública. Foi conselheira tutelar por dois mandatos, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e coordenadora da Câmara Temática de Cultura, Educação e Ação Social do Comitê Gestor da Copa da Secretaria de Esporte do RS. É presidente na Comissão da Mulher Advogada – OAB/Cachoeirinha e presidente da Associação de Justiça e Apoio às Mulheres (Ajam). Estava como secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo”.

É presidente do PDT e esposa de Juliano Paz, do ex-secretário da Saúde e ‘número 1’ de Miki.

 

Cléo Pereira – Secretaria Municipal de Governança e Gestão

“Graduando de Gestão Pública, líder comunitário do bairro Vila City, assessor parlamentar desde 2015, diretor do Legislativo Municipal em 2021, chefe de gabinete em 2018. Dirigente futebolístico e presidente do Onze Unidos”.

É da cota pessoal do prefeito interino Cristian Wasem (MDB).

 

Émerson dos Santos – Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade

“Tecnólogo de petróleo e gás, com 15 anos de experiência automotiva, supervisor pós-vendas da Fiat, executivo de vendas na Volks, seis anos diretor de Políticas de Segurança Pública. Gestor e idealizador do Cercamento Eletrônico e do sistema Consulta Integrada”.

É da cota pessoal do prefeito interino Cristian Wasem (MDB).

 

Rodrigo Silveira – Procuradoria-Geral do Município

“Graduado em Direito, com Especialização e Mestrado. É professor, já foi secretário municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo e procurador-geral da Câmara Municipal de Vereadores de Cachoeirinha”.

Ligado a André Lima (MDB), advogado de Miki.

 

Jaime Braz – Secretaria Municipal da Fazenda

“Servidor público concursado, como fiscal tributário, concurso de 1992. Foi secretário da Fazenda entre 1995 e 1996, secretário adjunto de governo de 2004 a 2010, secretário da Fazenda em 2020. Atualmente, estava como secretário de Planejamento e Captação de Recursos”.

Indicação da Executiva do MDB.

 

Ildo Júnior da Silva – Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer e Turismo

“Graduando em Gestão Pública. Foi diretor nas Secretarias de Governança e Gestão e de Saúde, também foi secretário municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo”.

Indicação da vereadora Jussara Caçapava (Avante).

 

Ero Silva Fernandes – Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos

“Engenheiro civil concursado do município de Cachoeirinha. Nos 22 anos de serviço público municipal passou pela antiga SMOV, na área de fiscalização e acompanhamento de obras civis; depois pela SEPLAN, na área de aprovação de projetos e fiscalização de obras civis e também já foi secretário da pasta”.

É da cota pessoal do prefeito interino Cristian Wasem (MDB).

 

Edison Cordeiro – Secretaria Municipal de Planejamento e Captação de Recursos

“Vereador pelo quarto mandato e exerceu por duas vezes a presidência da Câmara de Vereadores de Cachoeirinha. Em sua atuação como vereador já conseguiu mais de R$ 2 milhões em emendas para o município”.

Indicação do Republicanos. Em seu lugar na Câmara assume a suplente Sandra da Cunha.

 

João Tardeti – Secretaria Municipal de Modernização Administrativa e Gestão de Pessoas

“Fundador dirigente do PSB, presidente do partido por três mandatos, membro da Executiva Estadual em dois mandatos, tem 30 anos de filiação ao partido. Foi vereador por três mandatos, sendo presidente da Câmara, líder do Governo e líder da Bancada. Já ocupou cargos no Executivo, tais como secretário de Saúde e de Habitação, e diretor de Participação Popular. Foi ainda presidente do Conselho de Saúde por nove anos e presidente da Associação América Latina”.

Indicação da Executiva do PSB.

 

Juliana Santos Daniel – Chefe de Gabinete

“Graduanda em Direito. Experiência de sete anos na Administração Pública, atuando em diversas repartições. Foi assessora parlamentar, coordenadora na Secretaria de Modernização Administrativa e Gestão de Pessoas, chefe de Gabinete parlamentar e diretora-geral do Poder Legislativo”.

É ligada ao vereador Paulinho da Farmácia (PDT).

 

Fernanda Falavigna Stringari – Secretaria Municipal de Saúde interina

“Médica pediatra e neonatologista, com MBA em Administração Hospitalar e Especialização em Saúde Pública. Responsável técnica médica da Secretaria Municipal da Saúde desde 2017”.

Técnica, pelo que apurei não tem indicação de políticos. Fica na cota do prefeito interino, aguardando a resposta de Jones Martins, ou uma indicação do grupo do ex-deputado federal.

 

LEIA TAMBÉM

Assista em vídeo: Cristian Wasem toma posse como prefeito interino de Cachoerinha até nova eleição; ’Mais paz, menos guerra política’

 

Clique para assistir ao vídeo produzido pelo Seguinte: na posse Cristian

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »