crise do coronavírus

Covid: RS tem novo critério para considerar adultos com esquema completo

O painel da vacinação contra o coronavírus no Estado (vacina.saude.rs.gov.br) apresenta a partir desta semana uma nova forma de informar os dados relativos a pessoas consideradas com esquema vacinal completo. Até então, eram apresentadas as pessoas com duas doses ou dose única recebidas. A partir de agora, para adultos (com 18 anos ou mais), isso passa a valer para quem recebeu a dose de reforço. Hoje, no Estado, 50% da população adulta é considerada com esquema completo, ou seja, com a dose de reforço recebida.

Conforme a secretária adjunta da Saúde, Ana Costa, a intenção é ter uma maior clareza de que, para a população adulta, somente a dose de reforço representa que a pessoa completou o esquema preconizado.

– Queremos ter um conceito que acompanhe o nosso discurso de que para a melhor proteção contra a Covid-19 é necessária a dose de reforço. É uma avaliação dinâmica, pois num primeiro momento, no início da campanha, o esquema completo representava a segunda dose ou dose única, mas hoje isso já mudou – afirma.

Ana Costa justifica a mudança citando as últimas análises feita pela Secretaria da Saúde que apontam a expressiva redução das chances de óbito para quem tem a dose de reforço. Conforme o cálculo, um idoso com dose de reforço tem 17 vezes menos risco de óbito por coronavírus quando comparado ao indivíduo sem nenhuma dose. Na população de 40 a 59 anos, há 14 vezes menos chances de morte com a dose de reforço em relação aos não vacinados.

O público abaixo dos 18 anos não será afetado por essa mudança na nomenclatura do esquema. Para os adolescentes de 12 a 17 anos e para as crianças de cinco a 11 anos segue valendo como esquema completo o recebimento de duas doses. Para essas faixas etárias ainda não está prevista a vacinação extra com a dose de reforço.

O painel da vacinação do Estado passa também a trazer a informação da segunda dose de reforço (D4). Hoje, esse esquema é preconizado para os idosos com 80 anos ou mais, que são estimados em 326 mil no Rio Grande do Sul. Desses, quase 30 mil já fizeram o segundo reforço.

 

NOVOS CRITÉRIOS

: Adultos (18 anos ou mais) – Pelo menos uma dose: uma dose ou dose única; Esquema vacinal primário: duas doses ou dose única e Esquema vacinal completo: dose de reforço.

Adolescentes (12 a 17 anos) e crianças (cinco a 11 anos) – Pelo menos uma dose: uma dose; Esquema vacinal completo: duas doses.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Emocore Rave

Expansionismo genético Votem no clichê sagrado Em edição americana Sempre haverá uma Salém Ossos no fundo do poço Carne new wave Emocore rave Para o mal Para o bem.

Leia mais »