zanzando com kati

Conheça o viaduto V13, o mais alto da América

Se você gosta de aventuras, um passeio imperdível é conhecer o Viaduto 13, a ponte férrea mais alta da América do Sul e terceira mais alta do mundo. Localizado na área rural de Vespasiano Corrêa a 175 quilômetros de Porto Alegre, o V13 é um lugar único rodeado por matas, rios e grandes colinas.

Com 143 metros de altura e 509 de comprimento, o V13 foi construído em 1978 pelo 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro. A gigantesca estrutura de ferro começou a ser projetada logo após a Segunda Guerra Mundial e devido sua complexidade, levou mais de 67 anos para ficar pronta.

Usado até hoje por vagões de cargas, o local não é preparado para receber turistas, possuindo uma infraestrutura bem precária e rústica. Distante dez quilômetros do centro da cidade, não é difícil chegar até lá. O acesso é por meio de estradas de terra, passando pelas plantações de soja e fumo.

 

Mas o que tem para fazer por lá?

 

Chegando lá é impossível não ficar deslumbrado com a altura do viaduto e os túneis existentes. O local é muito procurado para a prática de rapel, bangee jumping, trilhas de bicicleta, cascatas e até circuitos de rafting, mas o mais legal que tem que fazer por lá é explorar o viaduto.

Se começar pelo lado esquerdo, irá entrar em um túnul escuro e após uns 15 minutos caminhando chega-se numa espécies de janelas gigantes na lateral do túnel. Faça uma parada e admire a vista linda dos morros e da mata lá embaixo. Mais a frente em outro túnel é possível encontrar a cascata subterrânea Garganta do Diabo.

Já indo pela direita tem a parte em que as muretas de proteção nas laterais não existem assim como o chão coberto. Você literalmente tem que andar se equilibrando e pisando somente nas madeiras que suportam os trilhos, isso combinado com uma altura de mais de 100 metros que ele possui. Além disso, sem contar que o trem pode passar a qualquer momento. Se você tem medo de altura, recomendo você a não andar sobre esses trilhos,  pois dá uma vertigem e um baita frio na barriga.

Independente de qual lado você irá explorar é importante ter cuidado, pois não é um local projetado para receber turistas, caminhar pelos trilhos exige atenção e prudência.

 

ANOTE AS DICAS

: Ir com tênis confortável pois você irá caminhar bastante

: Leve uma lanterna para entrar nos túneis

: Não deixe de levar água e lanche

: Na base da ponte tem infraestrutura de quiosque com wi-fi grátis, banheiro, churrasqueira, cascata e barcos para rafting.

: Existe pousada e restaurante nas imediações

 

Siga o vídeo e depois algumas fotos

 

 

 

 

Participe da coluna

 

Você também pode participar da coluna mandando sua dica de viagem, indicando um lugar bacana e dando sugestões do que fazer no final de semana. Ficarei muito feliz com sua participação. Além do site do Seguinte:, você me encontra no perfil do Instagram @zanzandocomkati ou no e-mail kzjornalista@gmail.com.

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade