quem é ela?

No mundo do trabalho, ela passa

Lá vem ela

Deslizando em passos ligeiros

A cabeça é só ideia e em cada dedo um projeto

Pior que funciona

É rara!

Quem não gosta não sabe dizer o porquê do não gostar

Quem gosta, ama!

Tem fãs ao invés de colegas.

É que ela achou um método. Uma fórmula: transmutou ansiedade em capacidade. Daí, vai lá e faz.

Lá vai ela.

Voa entre a papelada. Sem tela, só caneta.

Ufa, enfim sentou um pouco

E ampara os dedos a dedilhar frenética um teclado.

Não faz assim por dinheiro. Aliás esse não pagaria o tanto que dá.

As horas não bastam.

Faz mais do que era pra fazer. 

Porque é preciso, não porque é pedido.

E da-lhe dedo na tecla.

Quando sai, a luz se apaga

De tudo.

Volta noutro dia, outra luz, nova vida.

Na vida, ela também é assim?

Aqui o que conta é a vida de trabalho, o Mundo do Trabalho

Lá vai ela.

Onde quer que vá arrasta o mundo

E sorri.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade