negócios

Sala do Empreendedor de Gravataí recebe certificação Ouro da Fundação Nacional da Qualidade

Secretário substituto de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Iuri Camargo, recebeu certificação

A Sala do Empreendedor, serviço vinculado à Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET), em parceria com o Sebrae, recebeu o Selo Ouro de qualidade em atendimento da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

A entrega ocorreu durante o IV Seminário Estadual Brasil Mais Simples, na 30ª Mercopar Feira de Inovação Industrial, em Caxias do Sul.

– Essa premiação mostra o compromisso que Gravataí tem com quem quer empreender, com quem gera empregos e faz a nossa economia girar. Estamos muito satisfeitos com este reconhecimento – disse o prefeito Luiz Zaffalon.

Para o coordenador do programa de Microempreendedores Individuais (MEI) na SMDET, Marcos Benia, este prêmio reflete o aprimoramento das políticas públicas em prol do empreendedor.

– Nos últimos anos, estamos trabalhando com afinco para melhor atender os empreendedores individuais da cidade.

Também participou da premiação, o secretário substituto municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Iuri Camargo, que ressaltou a qualidade da equipe e o aprimoramento das técnicas junto ao Sebrae como itens garantidores deste prêmio.

Neste ano, mais de mil novos MEIs foram criados em Gravataí, dando oportunidade para que o empreendedor enfrente a crise econômica com menos burocracia e possa gerar renda. Em 2020, Gravataí ficou com o Selo Bronze, evoluindo duas categorias de qualidade de uma edição para a outra.

Foram avaliados 24 critérios no total, respondidos pelos municípios no site da FNQ. Para conquistar o Selo Bronze, as Salas do Empreendedor precisavam ofertar pelo menos nove serviços básicos de uma lista de 12 opções, entre eles, serviços de orientação e formalização de empresas. Já para conquistar o Selo Prata, além dos pré-requisitos do selo Bronze, foram exigidos mais seis serviços intermediários de uma lista de oito opções, como, por exemplo, o atendimento do Corpo de Bombeiros, orientação para participação nas compras públicas e oferta de microcrédito.

Para ser Ouro, além dos pré-requisitos para os níveis básico e intermediário, foi exigido das Salas do Empreendedor o oferecimento de, pelo menos, mais três serviços avançados de uma lista de quatro opções: coworking, assessoria jurídica, atendimento virtual e alvará on-line.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade