a poesia do cidade

Saboreando

Saboreando a cidreira

Da tarde curva

Primitiva ansiedade

De desordem

Teus cílios pedem auxilio

E diversão

Raras vezes fiquei tão nervoso.

 

Assista ao vídeo-poema Cansaço

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade