seu bolso

Os novos preços dos pedágios

Mudança de local do pedágio, para após a fábrica da General Motors, está mantida pela agência

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) tornou público os valores de referência que serão cobrados nas praças de pedágio a partir do novo plano de concessão de rodovias federais no Rio Grande do Sul.

A tarifa leva em conta a realização de obras de ampliação da capacidade na BR-101, na Freeway e na BR-386, além da manutenção que será realizada na pista existente. A Rodovia do Parque também passa à iniciativa privada, mas sem cabines de cobrança.

 

Mais barato

 

No primeiro ano de concessão, em princípio 2018, o plano terá apenas duas praças de pedágio, ambas localizadas na Freeway, exatamente nos mesmos locais onde estão, inclusive a de Gravataí. Haverá redução no valor pago neste período.

A tarifa para carros no pedágio que fica na aldeia passará para R$ 5,30. Hoje o motorista que passa pelo local paga R$ 6,90. Em Santo Antônio da Patrulha, o valor cai de R$ 13,80 para R$ 10,80.

Estes valores já estão corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2016, índice usado pelo governo federal para reajustes, já que o preço de referência foi divulgado em 2015.

 

Mais caro

 

As grandes alterações ocorrerão a partir do segundo ano de contrato, que pode ser 2019. O plano gaúcho de concessão de rodovias ganhará mais cinco praças, sendo quatro delas num trecho de 200 quilômetros da BR-386, entre Tio Hugo e Montenegro. O quinto posto de cobrança será no município catarinense de São João do Sul e custará R$ 9,70. A praça de pedágio foi escolhida neste município, pois se fosse erguida na BR-101 no Rio Grande do Sul a Estrada do Mar se tornaria uma rota de fuga.

 

LEIA TAMBÉM:

Prorrogação da concessão não altera luta pela troca do pedágio

 

As mudanças também estão previstas para a Freeway. O posto de cobrança em Gravataí passará para o quilômetro 59, próximo à General Motors, neste segundo ano do plano de concessão. O valor cobrado para carros, daí, aumentará para R$ 7,80.

E o pedágio de Santo Antônio da Patrulha permanece no mesmo lugar. O valor cobrado passará para R$ 8,40, mas a tarifa passa a ser paga em ambos os sentidos.

 

Audiências públicas

 

A quantidade de obras que será realizada, os valores praticados nas praças de pedágio, bem como a localização da cobrança ainda podem ser alterados até a publicação do edital, anunciado para julho.

Pelo menos três audiências públicas serão realizadas e a população pode propor mudanças. Uma delas será na próxima segunda-feira, em Gravataí. Outra, dia 16 em Porto Alegre. E a terceira data foi agendada para Brasília, no dia 23 de fevereiro.

As contribuições poderão ser enviadas até o dia 17 de março. Após essa data, a ANTT vai elaborar a concorrência pública com prazo de concessão de 30 anos.

Enquanto não houver definição, o Ministério dos Transportes anunciou terça-feira (7/2) que prorrogará o contrato com a Triunfo Concepa (Freeway, BR-290 e BR-116) por um período de até dois anos. O atual vínculo de 20 anos termina  em 4 de julho.

 

Primeiro ano de contrato:
 

– Freeway (km 19 em Santo Antônio da Patrulha) = R$ 10,80
– Freeway (km 77,0 em Gravataí, local atual) = R$ 5,30

 

A partir do segundo ano de contrato:
 

– Freeway (km 19 em Santo Antônio da Patrulha) = R$ 8,40
– Freeway (km 59 em Gravataí, após a General Motors) = R$ 7,80
 

Outros pedágios, a partir do segundo ano:

 

– BR-101 (km 458 em São João do Sul) = R$ 9,70
– BR-386 (km 426 em Montenegro) = R$ 7,00
– BR-386 (km 370 em Fazenda Vila Nova) = R$ 11,00
– BR-386 (km 260 em Soledade) = R$ 9,50
– BR-386 (km 226 em Tio Hugo) = R$ 8,60

 

Trechos que serão repassados à iniciativa privada:

 

– BR-101: do trecho do quilômetro 455,9 (em Santa Catarina) até o entroncamento com a BR-290 (em Osório);

– BR-290: do entroncamento com a BR-101 (em Osório) até o km 98 da BR-290 (após a ponte do Guaíba);

– BR-386: do entroncamento com a BR-285/377 (Passo Fundo) até o entroncamento com a BR-448 (Canoas);

– BR-448: do entroncamento com a BR-386 (Canoas) até o entroncamento com a Freeway (Porto Alegre).

 

As audiências públicas:

 

13 de fevereiro – Gravataí

– Hora: 14h

– Local: auditório do Teatro do Sesc

 

16 de fevereiro – Porto Alegre

– Hora: 14h

– Local: Auditório do Sest-Senat, na Avenida José Aloísio Filho, 695, Bairro Humaitá

 

23 de fevereiro – Brasília

– Hora: 14h

– Local: Auditório Eliseu Resende – Edifício Sede da ANTT

Importante:

 

O pedágio de Eldorado do Sul na BR-290 será desativado quando este novo plano entrar em operação. A região poderá voltar a ter cobrança, mas somente quando o governo lançar um segundo plano de concessão para o Rio Grande do Sul.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade