coluna do cidade

Mais do óbvio do óbvio

Preconceito não é opinião, é sofrimento

Não é alimento, é empanturro

Meus vizinhos, seus vizinhos

Meus amigos, seus amigos

Minha família, sua família

Sentam em círculo de mãos dadas

Assistindo queimar um índio ao centro

A cada créc de sua pele soltam risinhos

E imitam araras, macacos e porquinhos

Os mentores espirituais não decretam ações punitivas

Nós, os orgânicos

Somos todos assassinos

Somos assassinos passivos

Somos todos Charles Manson

Somos todos Chico Picadinho

Somos assassinos, com livre arbítrio

Assassinos de crianças

Assassinos de cervos do mato

Assassinos de onças pardas

Assassinos de gatos, cães e vacas

Somos todos apreciadores do martírio alheio

Somos assassinos que desconectam o caminho do meio

Somos enamorados do fogo

O fogo é imparcial

Serve a qualquer senhor

Para o fogo, não há bem ou mal

O fogo e o deus da destruição

O fogo é o deus da invenção.

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade