20 de novembro

Gravataí inicia Semana da Consciência Negra

Programação da Prefeitura segue pelas próximas duas semanas

O prefeito Luiz Zaffalon abriu a Semana da Consciência Negra em evento na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Antônio Aires de Almeida que teve apresentação de atrações culturais e a exibição de trabalhos temáticos realizados pelos alunos. Ao longo das próximas duas semanas ocorrerão atividades, palestras e ciclos de debates sobre o tema em Gravataí.

– Precisamos compreender que ter consciência é entender esta luta e enxergar isso na nossa sociedade. Por isso, este é um tema que deve, permanentemente, ser discutido. Devemos fazer da consciência negra uma luta diária, para que o dia da sua comemoração não seja só mais uma data – disse Zaffa, que parabenizou a apresentação das atrações culturais.

– É sempre uma satisfação ver o trabalho daqueles que traduzem o seu orgulho naquilo que representam.

A secretária municipal da Educação, Magda Ely, parabenizou o trabalho realizado pelos estudantes e ressaltou que é por meio da educação nas escolas que a conscientização inicia.

– Hoje, temos na escola uma aula de História, nas exposições apresentadas pelos alunos. Isso é fundamental, pois precisamos trabalhar na sala de aula, diariamente, para combater os preconceitos e as discriminações.

O secretário municipal da Saúde, Régis Fonseca, afirmou que a atenção à saúde da população negra é uma pauta promovida ao longo de todo ano pela pasta.

– Durante a Semana da Consciência Negra, intensificamos as ações que já são realizadas pela secretaria, pois a conscientização e a prevenção de doenças que atingem, com maior frequência, a população negra precisam ser debatidas sempre.

– Promover políticas públicas para a população negra é fundamental para chegar à igualdade racial – disse o secretário municipal de Governança e Comunicação Social (SGCOM), Airton Leal.

A diretora da escola Antônio Aires de Almeida, Aurelise Braun, destacou que a instituição está engajada em mobilizar os alunos a refletirem sobre os assuntos importantes para a transformação da sociedade.

– Nós trabalhamos a consciência negra durante todo ano, assim como a conscientização e o combate contra todos as formas de preconceito. Sejam elas de gênero, de religiosidade, racial ou qualquer outro tipo de preconceito.

O assessor de Políticas Públicas para o Negro, Jairton Camisolão, destacou as ações feitas pelo governo.

– Trabalhamos Políticas Públicas para a população negra o ano todo. Esta é uma das diretrizes do nosso governo, liderado pelo prefeito Luiz Zaffalon. Na gestão do ex-prefeito Marco Alba, foram criados o Conselho Municipal da Promoção da Igualdade Racial, o Conselho Municipal dos Povos de Terreiro, o Comitê Técnico da Saúde da População Negra, além da lei que regulamenta os Terreiros de Matriz Africana de Gravataí.

A coordenadora de Políticas Públicas da Saúde da População Negra, Karen Pereira, destacou a importância do diálogo e das reflexões promovidas pela data. 

– A nossa Semana da Consciência Negra tem a tarefa de propor reflexões sobre a posição da população negra em nossa sociedade. Devemos voltar o nosso olhar para as contribuições trazidas pelos negros, sem deixar de propor discussões, e falar da importância do combate ao racismo.

Segundo o presidente do Conselho Municipal da Saúde, Marcelo Nascimento, a luta pela igualdade racial precisa ser praticada diariamente.

– Temos que combater o racismo, todos os dias, pois levo comigo sempre a certeza de que não basta não sermos racistas, é necessário sermos antirracistas também.

– Nesta semana, damos destaque à valorização das iniciativas e das atividades que apresentam a importância de reconhecer e respeitar a cultura negra. Sabemos que precisa muito mais do que um dia para considerar o que é possível pensar. Por isso, além do trabalho anual, a semana é dedicada a eventos de conscientização e comemorações da resistência negra no país – destacou a presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR), Ana Maria Rodrigues.

 

SIGA A PROGRAMAÇÃO

: 18/11 – Live bate-papo com a psicóloga Leiriane Barbosa – Saúde mental da população negra: depressão x covid-19 – Página do Facebook do Conselho Municipal de Saúde (evento aberto). Horário: 14h.

18/11 – Ciclo “Educação permanente nos serviços especializados da rede de atenção psicossocial''. Racismo estrutural e quesito raça-cor (evento fechado).

22/11 – Live com a cientista social Carolina Montiel – Saúde da Mulher Negra – Página do Facebook do Conselho Municipal de Saúde (evento aberto). Horário: 14h.

23/11 – Atividade com a comunidade do Quilombo Manoel Barbosa (evento fechado). Horário: 9h.

23/11 – Ciclo de palestras para educação antirracista. Racismo e construção da identidade (evento aberto – via Google Meet). Horário: 18h30.

25/11 – Live com a cientista social Carolina Montiel – Saúde da Mulher Negra – Página do Facebook do Conselho Municipal de Saúde (evento aberto). Horário: 14h.

25/11 – Ciclo Educação permanente nos serviços especializados da rede de atenção psicossocial. Racismo estrutural e quesito raça-cor (evento fechado).

26/11 – Encerramento da Semana da Consciência Negra de Gravataí. Local: EMEF Presidente João Goulart – Rua Alcides Gonzaga, S/N, Morada do Vale I (evento aberto). Horário: 15h

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade