justiça

Com presidente do TJ, 2ª Vara Criminal da Comarca de Gravataí tem novo juizado instalado

Iniciativa deve colaborar para celeridade em tramitação de processos

Gravataí já conta com o 2º Juizado da 2ª Vara Criminal da Comarca de Gravataí. A instalação, que busca conferir maior celeridade processual e qualificar os serviços prestados ao cidadão, foi celebrada pelo pelo presidente do Tribunal de Justiça (TJ), desembargador Voltaire de Lima Moraes, em ato realizado no Salão do Júri e conduzido

– Este é um ato louvável do Poder Judiciário, mostrando um olhar atento ao tamanho e importância que Gravataí possui no contexto estadual – agradeceu o prefeito, lembrando que Gravataí tem o 4° maior PIB do RS.

– Gravataí é uma cidade onde a solidariedade funciona. As redes funcionam, na área da Infância, da proteção à mulher, da segurança pública – disse a juíza Luciana Barcellos Tegiacchi, que representou a sireção do Fórum, ao receber o termo de instalação das mãos do presidente e da corregedora-geral da Justiça, desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak.

– Graças aos servidores comprometidos, a comunidade atuante e a comunicação entre as instituições conseguimos levar uma maior eficiência para os nossos cidadãos – acrescentou a magistrada.

– A união somando esforços, cada um dando a sua devida contribuição. Precisamos de paz, tranquilidade e solidariedade, com um olhar cada vez mais afetuoso. Só assim vamos construir uma base segura de humanização – destacou o presidente do TJ, que também elogiou "servidores e servidoras, incansáveis pela luta permanente de superar as dificuldades causadas pela pandemia, ataque hacker e instabilidade de sistemas".

A corregedora-geral da Justiça disse estar emocionada por retornar à comarca em que atuou na década de 1990, durante três anos. Reconheceu o trabalho e a dedicação de magistrados e servidores, especialmente na pandemia:

– A 2ª Vara apresenta um expressivo número de processos. O 1° Juizado ficará com feitos comuns e processos relacionados à Maria da Penha e o 2° Juizado, os feitos comuns e do JECrim. A comarca cresceu muito, em pouco tempo, tendo, hoje, em torno de 93 mil processos ativos. 

Ela também falou sobre o projeto Justiça 4.0, que tem como objetivo promover o acesso à Justiça, por meio de ações e projetos que usam novas tecnologias e inteligência artificial.

– Através dele, as demandas de massa, empresariais e de outras matérias complexas serão absorvidas por grandes núcleos regionais, liberando magistrados para atuarem em demandas que são mais de cunho artesanal, da comarca, e para melhor atender o cidadão – explicou. 

Prestigiaram a solenidade, a 1ª vice-presidente do TJRS, desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro, o 2° vice-presidente, desembargador Ícaro Carvalho de Bem Osório; o presidente da Câmara de Vereadores, vereador Alan Vieira; a promotora de Justiça Luciana Sanmartin; as defensoras públicas Cristiana Olzewski e Carolina Zago Cervo; o presidente da Subseção da OAB/RS em Gravataí, Deivti Porto dos Santos; as juízas-corregedoras Cristiane Hoppe (coordenadora) e Geneci Ribeiro de Campos e o juiz-corregedor Luís Antônio de Abreu Johnson; as magistradas da Comarca Débora Sevik, Solange Moraes e Maria de Lourdes de Souza Pereira; o vice-presidente da AJURIS, juiz Mauro Peil Martins; a coordenadora da Casa Lilás, Analu Sonego, e a delegada Fernanda Generali, representante da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Gravataí.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade