Alerta

Aulas suspensas e atenção máxima: o resumo do dia em que o corona começa a parar a região

Para retardar o avanço do coronavírus, autoridades de Saúde do Rio Grande do Sul estão adotando uma série de medidas emergenciais. Na região, as prefeituras de Gravataí, Cachoeirinha e Viamão anunciaram nesta segunda-feira (16) a suspensão das aulas da rede municipal. 

O Seguinte: preparou um resumão, atualizando as principais informações do momento sobre o covid-19:

 

Gravataí

 

Gravataí anunciou na sexta-feira (13) o cancelamento de eventos coletivos com a presença de 50 ou mais pessoas por 30 dias. Durante a tarde desta segunda-feira (16), equipes do gabinete do prefeito e das secretarias de Saúde e Educação participaram de reunião e o prefeito Marco Alba anunciou a suspensão das aulas na rede municipal a partir de quarta e até o dia 30 de março.

Clique aqui para assistir ao live feito pelo prefeito e técnicos da saúde no Facebook da Prefeitura.

De 12 casos suspeitos em Gravataí, até às 18 desta segunda quatro foram descartados e os outros aguardam resultado dos exames.

 

Cachoeirinha

No fim da manhã, o prefeito de Cachoeirinha realizou transmissão em vídeo pelo Facebook. Ao lado do secretário de Saúde, Dyego Matielo, Miki Breier informou que as atividades nas escolas municipais estão paralisadas até o dia 30 de março.

Para evitar aglomerações, o município já havia publicado decreto na sexta-feira, cancelando eventos oficiais. Nesta manhã o chefe do Executivo sugeriu que a população adote medidas semelhantes, adiando aniversários e outras reuniões públicas, como eventos esportivos e religiosos.

Miki fez um apelo para que pessoas com idade acima de 60 anos, por serem mais vulneráveis ao covid-19, permaneçam em casa o máximo possível nos próximos 14 dias.

O secretário Dyego Matielo destacou que pacientes com febre, tosse e dificuldade para respirar devem procurar a UPA (Avenida Capitão Garibaldi Pinto dos Santos, 1301 – Bairro Jardim do Bosque).

– Quem entra (na UPA) com os sintomas é atendido com prioridade e isolado para coleta de material para diagnóstico – resumiu.

Vale reforçar que não há casos confirmados da doença em Cachoeirinha.

 

Viamão

 

Na manhã desta segunda-feira, a prefeitura de Viamão também suspendeu as aulas na rede municipal de 17 a 29 de março, e cancelou eventos coletivos. Atividades de capacitação, de treinamento ou de eventos coletivos realizados pelos órgãos ou entidades da administração pública municipal que impliquem a aglomeração de pessoas, a participação de servidores públicos municipais em eventos ou em viagens internacionais ou interestaduais também foram canceladas por 30 dias. Atividades de acolhimento e serviços de convivência realizados pela assistência social também foram interrompidos pelo mesmo período.

Clubes sociais, igrejas e entidades privadas também estão revendo as atividades. O Clube dos Casados divulgou nota informando a paralisação sem previsão de retorno.

A orientação da Secretaria Municipal da Saúde para o paciente com sintomas  de infecção devem procurar a Vigilância Epidemiológica ou departamento de Atenção à Saúde do município (3054-7518 ou 3434-0395) de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Também está disponível o serviço de plantão (99718-4289 todos os dias, até às 22h. Após, pelo fone 150 – Serviço de Referência Estadual.

As medidas são preventivas, já que não há casos suspeitos ou confirmados da doença em Viamão.

Escolas estaduais

 

O governador do Estado anunciou em suas redes sociais nesta segunda-feira (16), que as aulas da rede pública estadual serão suspensas a partir de quinta-feira (19). Eduardo Leite ainda recomendou que a ação seja seguida pela rede privada.

 

Universidades e escolas particulares da região

 

Universidades da região confirmaram a suspensão das aulas. A Ulbra Gravataí anunciou a parada até 31/03. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) cancelou por três semanas as aulas da graduação e da pós-graduação. A Cesuca Cachoeirinha, por tempo indeterminado, só realizará aulas online. A Facensa Gravataí mantém aulas, conforme contato feito no início da tarde desta segunda-feira.

 Entre as escolas de Gravataí, Gensa, Dom Feliciano, Dora Dimer, Sesi e Adventista seguem recebendo alunos. Todas informaram que comunicarão por redes sociais e enviarão ofícios aos pais ou responsáveis em caso de suspensão das atividades.

Em Cachoeirinha, a Escola Adventista cancelou aulas por tempo indeterminado. Inedi tem reunião para discutir o assunto e os pais serão avisados por redes sociais e mensagens entregues aos estudantes. A Santa Helena (São Matheus) segue as aulas normalmente.

 

Medidas emergenciais no Rio Grande do Sul

 

– A determinação para que pessoas com sintomas ou que tenham retornado de viagem sejam encaminhados para teletrabalho foi estendida para os servidores com mais de 60 anos e para servidoras grávidas.

– Trabalhadores da saúde e segurança pública e administração penitenciárias que estavam em férias serão reconvocados.   

– Também foram suspensos os recadastramentos de servidores aposentados e pensionistas para a chamada prova de vida. O prazo está adiado pelo prazo de 120 dias. 

 

Prefeito de Cachoeirinha anuncia medidas

 

Relato de uma brasileira sobre o covid-19 na Itália

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade