Transporte

URGENTE | Rodoviários fazem assembleia: greve na pauta; Canoas sem ônibus no Natal

Assembleia dos rodoviários, pela manhã, decidiu pelo estado de greve na categoria. Foto: Divulgação

Funcionários se reunem mais uma vez à tarde para definir paralização a partir de quarta-feira da semana que vem

 

Trabalhadores da Sogal não aceitaram a proposta da empresa de parcelar o 13º em quatro vezes e demais benefícios em 12 vezes e decidiram em assembleia geral entrar em estado de greve a partir de quarta-feira da semana que vem, dia 23. Com isso, a cidade deve ficar sem ônibus no Natal. Motoristas e cobradores voltam a se reunir na tarde deste sábado, 19, para os funcionários que cumpriram sua carga horária desde as primeiras horas do dia. No encontro da manhã, a greve já foi aprovada.

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | O caro e o barato na eleição: quanto custou o voto do seu vereador?

CANOAS | Jairo diplomado; secretariado, só terça ou quarta: segue temporada de especulações

 

Segundo Marcelo Nunes, presidente do Sindicato, os trabalhadores vem amargando atrasos nos salários desde fevereiro. Parte do valor devido a título de vale-refeição também está atrasado, além de todas as horas extras feitas ao longo de 2020. A empresa havia prometido o pagamento para dezembro, mas agora fez uma nova proposta ao sindicato: o parcelamento dos benefícios em 12 vezes – inclusive 13º. "A gente já imaginava que a categoria não aceitaria isso. O salário está sendo pago com atraso. Como vão cumprir um novo compromisso?", questiona.

Com o avanço das tratativas antes da assembleia, a Sogal prometeu ao sindicato pagar o 13º em quatro parcelas: a primeira até o dia 24 e as demais em março, abril e maio. "Nosso dissídio nem foi discutido este ano. Pessoal está com medo de não ter uma ceia digna para por na mesa. Para muitos, é melhor ficar parado do que pegar uma esmola", comenta o presidente.

Enquanto isso, a Sogal segue em silêncio com a imprensa. Uma nova tentativa de contato foi feita esta manhã pelo Seguinte: com Marlon Casagrande, diretor da empresa, mas não houve retorno. A Sogal tem contrato por concessão pública para explorar o transporte coletivo em Canoas até dezembro de 2024.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade