Prefeito eleito

CANOAS | Os 8 atos (e fatos) do dia em Jairo Jorge foi eleito prefeito

: Jairo Jorge subiu em um caminhão para conversar com militantes após a confirmação da vitória neste domingo

Campanha marcada pela tensão entre as candidaturas levou à terceira vitória de Jairo Jorge nas urnas, igualando o feito do ex-prefeito Hugo Lagranha

 

1.
Três vezes prefeito

19h03 e a cidade conhecia o resultado das urnas. Jairo Jorge (PSD) obteve 82.137 votos contra 72.649 de Luiz Carlos Busato (PTB). Por 53,06% a 46,94%, estava escolhido o homem que vai governar a cidade pelos próximos quatro anos. Antes dele, apenas Hugo Lagranha foi eleito três vezes para o cargo em Canoas: em 1963, em 1988 e em 1996.

LEIA TAMBÉM
CANOAS | O que o Insta dele diz sobre Jairo Jorge

 

2.
Apreensão, emoção e explosão

Conforme as urnas foram sendo apuradas, o movimento começou a crescer em frente ao comitê central de campanha de Jairo Jorge, na Av. Dr. Barcelos. Primeiro, por apreensão: na apuração oficial, Busato saiu na frente em três das quatro parciais divulgadas, chegando a ter mais de 63% dos votos em uma delas. Apreensão rapidamente substituída por emoção quando, com 90,94% das urnas apuradas, Jairo já tinha uma vantagem de 5.740 votos em relação a Busato.

Minutos depois, com 99% da contagem concluída, veio a explosão: o centenas de pessoas fecharam uma das pistas da Dr. Barcelos com bandeiras em punho e cantando o jingle da campanha "Jairo Jorge voltou".

Outro momento de muita emoção no comitê: Beth Colombo abraça Mário Cardoso e os dois não seguram as lágrimas. "Lembramos muito de 2016", comenta Mário. No caminhão, Jairo lembraria também da campanha que não venceu há quatro anos. "Estávamos com isso entalado na garganta", disse.

 

3.
Café com Júpiter

O dia do prefeito eleito de Canoas começou cedo, com um café que ele mesmo definiu como 'low carb', ou com baixo índice de carboidratos. Café preto com ovo mexido, para ser mais exato. Ao lado de Jairo, os atos Júpiter e Afrodite, além da esposa, Thaís Penna.

 

4.
O voto, o colete e a bandeira

Jairo foi votar por volta das 10h10 na escola André Puente, no Centro de Canoas. Estava de colete a prova de balas e envolto em uma bandeira de Canoas.

O ato representou, na opinião do candidato, um resumo do que foi a campanha: tensa, conflituosa e em embate permanente. 

Em 2008, sob ameaça, Jairo já havia usado um colete a prova de balas na disputa travada contra o então vice de Marcos Ronchetti, Jurandir Maciel. Agora, retomou o expediente depois de uma altercação no bairro Olaria entre a sua comitiva e um apoiador de Busato que atirou ovos contra o caminhão da campanha.

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | De colete a prova de balas e bandeira, o voto de Jairo Jorge

 

5.
Sob a proteção de Nossa Senhora Aparecida

Na aba do bolso esquerdo de uma camisa azul listrada que Jairo usou na recepção aos militantes que foram ao comitê abraçá-lo pela vitória, uma pequena imagem de Nossa Senhora Aparecida oferecia proteção.

 

6.
Vencer a crise, a pandemia, unir e pacificar

Em sua primeira entrevsita como prefeito eleito, Jairo Jorge prometeu deixar eventuais rancores de lado para unir e pacificar Canoas. "A cidade apontou a necessidade de mudanças. Não vou olhar para traz, quero olhar para o futuro. Temos que vencer a crise e a superar a pandemia. Para isso, precisamos de união", comentou. 

"Meu adversário via a eleição como uma guerra. Eu vim para pacificar", resumiu.

 

7.
"O prefeito do bairro, da rua, da estação voltou"

Já em cima do caminhão, saudando os militantes que aos milhares foram à rua cumprimentá-lo, Jairo voltou a falar do que o levou a ser candidato em 2020. "Sou o primeiro canoense a ocupar o cargo de prefeito. Em 81 anos, todos que se elegeram era de fora. Volto agora para que a cidade tenha de novo um prefeito presente, um prefeito que vai aos bairros na sexta-feira, que atenda da estação, que faça da Saúde a prioridade para sairmos dessa pandemia", disse. E finalizou: "vamos construir a Canoas que nós amamos".

 

8.
Comemorar e trabalhar

Jairo vai aproveitar a noite de domingo para comemorar a vitória, mas já na segunda-feira, a coordenação política da campanha se reúne para avaliar os resultados e começar a encaminhar um comitê de transição. Busato, que reconheceu a vitória do adversário em vídeo no início da noite, deve indicar ainda na segunda-feira um nome de seu governo para tratar da questão. 

A posse de Jairo está marcada para o dia 1º de janeiro. Antes disso, no dia 15, ele deve ser diplomado pela Justiça Eleitoral.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade