Saúde

CANOAS | O que preocupou o prefeito na visita aos hospitais esta tarde

Prefeito conversou com equipes dos hospitais na tarde desta sexta-feira, 1º. Foto: Divulgação

Jairo Jorge teve agenda de trabalho no Graças, HU e Pronto Socorro e voltou com preocupações para o paço

Defendendo a Saúde como prioridade de governo, o prefeito Jairo Jorge (PSD) pôs o novo secretário da Saúde, Maicon Lemos, e o secretário de Governo, Felipe Martini, dentro de um carro e foi em direção aos três hospitais da cidade fazer o check in das condições de atendimento nas instituições. Eles foram acompanhados pelo coordenador do Núcleo de Saúde do gabinete do prefeito, Dr. Euler Manenti e do diretor da Fundação de Saúde, Dr. Luiz Carlos Brasiliano, o Laka. 

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Jairo Jorge, dia 1

CANOAS | ’Minha marca é a honestidade’, diz Busato

 

Algumas situações preocuparam o novo prefeito e seu staff de governo. Confira:

 

Gracinha

Jairo nomeou Luiz Antônio Possebon como novo interventor do Hospital Nossa Senhora das Graças. Decreto de outubro fez a Prefeitura assumir a administração da instituição por 180 dias e os planos do novo governo são de não renovar por além desse período. "O Possebon é o novo presidente da ABC, que já conhece a instituição, é uma transição mais fácil", explica.

O problema no Graças ainda é o não-pagamento do 13º salário aos funcionários. O benefício deveria ter sido depositado no dia 20 de dezembro. "Demos o aval necessário antes da posse, também não sei dizer o que trancou. Vamos resolver isso na segunda-feira junto ao Banrisul", adianta o prefeito.

A nova adminstração do Nossa Senhora das Graças deve contratar na semana que vem mais 40 médicos para resolver o déficit de profissionais na instituição.

 

Pronto Socorro

"No Pronto Socorro, soube que o tomógrafo está estragado", conta o prefeito. "O problema é que, com isso, quem precisa do exame tem que ser colocado em uma ambulância e levado ao HU, o que não é uma situação ideal".

Jairo informou que o secretário de Saúde, Maicon Lemos, vai formular um plano de atendimento com o objetivo de buscar recursos junto ao governo federal para aquisição de um novo tomógrafo. Com isso, o HPS não dependeria apenas de um equipamento. Enquanto isso, pediu celeridade nos procedimentos para conserto e compra de peças que possam por o equipamento de volta à ativa.

Ele disse, ainda, que HPS está sem pediatras no momento. O atendimento, nesses casos, também está sendo feito no Hospital Universitário. Essa situação deve ser revista na próxima semana, segundo o prefeito.

 

Hospital Universitário

No HU, Jairo se deparou com uma divergência sobre o número de UTIs disponíveis para Covid-19. "Estamos apurando adequadamente essa situação, mas nos informaram sobre 38 leitos quando publicamente se falava em 50", lembra o prefeito. "De qualquer forma, precisamos trabalhar por mais leitos".

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade