Prefeitura Aberta

CANOAS | O que o Juarez e a Cleusa vão dizer para Jairo Jorge?

Juarez foi o primeiro a se inscrever para agenda com o prefeito; Cleusa quer levar a JJ o problema da prima. Fotos: Reprodução

Seguinte: conversou com dois dos 15 inscritos para a primeira audiuência pública do prefeito nesta segunda-feira

Às 14h desta segunda-feira, Jairo Jorge (PSD) dá abertura a uma nova modalidade de atendimento à população: o Prefeitura Aberta. Na sexta, as inscrições encerraram em cinco minutos. A cada edição, 15 pessoas são atendidas no gabinete do prefeito. 

 

LEIA TAMBÉM

CANOAS | Crise na Sogal, round 2: agora, acordos de demissão também atrasaram

CANOAS | Oposição 2.0 e a polêmica dos números de UTI para Covid

 

Os participantes desta semana serão Juarez Mayer Hörlle, Vagner Bueno, 
Michele de Oliveira Pereira, Marcelo Ribeiro Lima, Clara Regina Ignacio dos Santos, Vanessa Lopes, Cleusa Dorneles Fernandes, Rondineli Bozzetti,  Carlos Alberto Centi Schultz, Vilson André da Silva Cardoso, Tamires Virginia Ferreira Fortes, Deborah Amaral Borges, Launi Brum Albuquerque, Adair Dias da Silva e Dayane Mascitti de Oliveira.

A inscrição para o Prefeitura Aberta é feita toda sexta-feira, das 9h às 11h, no site da Prefeitura. O atendimento acontece às segundas-feiras à tarde, às 14h, pela ordem de inscrição.

No final de semana, o blog conversou com dois dos 15 inscritos e antecipa o que os motivou a buscar o prefeito. Confira:

 

Juarez Mayer Hörlle

Morador do bairro Mathias Velho há cerca de 15 anos, o que leva Juarez ao gabinete do prefeito nesta segunda-feira é a regularização fundiária. "Quero construir a minha casa, mas sem a regularização, não é possível obter financiamento para obra", explica. Desde 2015, pelo menos, ele tenta resolver a situação – a esperança, agora, é que o prefeito possa lhe ajudar.

O problema da moradia irregular afeta milhares de famílias como a de Juarez. Estima-se que pelo menos 30 mil pessoas vivam, hoje, em áreas sujeitas à regularização na cidade de Canoas. No Estado inteiro, são quase 1 milhão de famílias na mesma situação, segundo informações da Secretaria de Obras e Habitação (SOP) do Estado. O problema é tão grande que, em outubro, a secretaria fechou um contrato para levantar áreas do Estado que estavam ocupadas para moradia. Somente na região metropolitana, incluindo a Capital, são mais de três mil loteamentos irregulares em áres do governo – quatro deles, no bairro Mathias Velho, onde Juarez vive com sua família.

Nascido em São Pedro do Sul, perto de Santa Maria, é morador de Canoas desde 1989. Sua filha Juliana, estudante de Agronomia na UFRGS, foi quem lhe ajudou na incrição para o Prefeitura Aberta. "Ela entende melhor dessas coisas e me ajudou", conta. Deu certo: Juarez será o primeiro a ser atendido por Jairo Jorge nessa edição do programa.

 

Cleusa Fernandes

A missão de Cleusa no gabinete do prefeito é divulgar a campanha que ela faz em nome de uma prima do marido, a Alessandra. Diagnosticada com câncer, há cerca de dois anos a prima aguarda um transplante de medula óssea. "Fizemos uma vakinha virtual para arrecadar fundos e ajudar a família nessa hora difícil", conta Cleusa.

A Alessandra tem 38 anos, três filhos e mora perto de Santa Maria. Até agora, tem respondido bem ao tratamento quimioterápico – mas sem o transplante, não há chance de cura. Ela encontrou nos irmãos doadores compatíveis, mas o avanço da doença não tem permitido que ela vá para cirurgia. "Ela faz a quimio e melhora mas os médicos de lá ainda não deram o encaminhamento para operação. Agora, cada vez a melhora tem durado menos tempo", resume.

Com a vakinha virtual, Cleusa pretende arrecadar o suficiente para bancar as despesas de transporte, estadia e alimentação dos familiares durante o período em que estiverem envolvidos com a operação de Alessandra – quem sabe até bancar o transplante em uma hospital particular. "Se Deus quiser, isso vai se resolver logo", conta. 

Ainda no sábado, Alessandra recebeu a notícia de que os médicos vão intensificar o tratamento local para prepará-la para a viagem e a cirurgia. Quem quiser ajudar, pode acessar a vakinha por aqui

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade