coluna do silvestre

Um ano depois a tarifa do pedágio vai aumentar

No mapa estão as localizações das atuais duas praças de pedágio da Freeway - que terão reajuste nas tarifas, no mês que vem - e as cinco futuras praças de cobrança, nas BR-386 e BR-101.

Essa é para quem usa a Freeway todos os dias no deslocamento de casa até Porto Alegre, ou vice-versa, para trabalhar ou cumprir qualquer outro tipo de compromisso. Prestes a completar um ano como responsável por tudo que acontece ao longo da rodovia que assumiu de fato à 0h do dia 15 de fevereiro passado, a CCR ViaSul confirma:

Vem aí o primeiro reajuste no valor dos pedágios nas duas praças das Freeway, em Gravataí e Santo Antônio da Patrulha.

O aumento está previsto no contrato assinado dia 11 de janeiro de 2019 entre o Grupo CCR com o Ministério dos Transportes e Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), depois de vencer o leilão realizado em novembro de 2018. Para vencer a disputa a CCR propôs um pedágio de R$ 4,30545. Quando começou a cobrança, o valor já estava corrigido e a tarfia fixada foi de R$ 4,40, ainda vigente.

 

PARA SABER

CCR ViaSul anuncia que começa a cobrar pedágio em fevereiro

A garantia de que o pedágio vai mudar de lugar em Gravataí

 

Moedas a mais

 

Traduzindo: Quem está indo para a praia agora ou até o começo de fevereiro para um período de férias, um mês, por aí, quando voltar já vai ter que juntar algumas moedas a mais para facilitar o troco quando passar pelas cabines de cobrança.

O valor ainda não está definido, mas segundo especulou a jornalista Patrícia Comunello em matéria publicada hoje (20/1) pelo Jornal do Comércio, a tarifa pode subir em torno dos R$ 0,20, passando para R$ 4,60.

— A concessionária não fala em valores e nem da data de reajuste, mas a atualização está prevista no contrato com o governo federal. Caso fosse aplicado o IPCA do ano passado, a tarifa dos automóveis, por exemplo, passaria dos atuais R$ 4,40 para R$ 4,59, ou R$ 4,60, com arredondamento do valor — escreveu a jornalista.

 

SAIBA MAIS

 

COM VÍDEO | Tudo sobre CCR e Freeway uma semana depois da volta do pedágio

Tudo pronto para ’nova dona’ cobrar pedágio na Freeway

Fomos conferir preparação da Freeway para o pedágio; que já começa mais caro

Pedágio volta dia 15 mais caro do que foi anunciado

Freeway é entregue ao Grupo CCR e pedágio volta a ser cobrado

Concessão da Freeway confirma troca do pedágio

Gravataí e Cachoeirinha vão ganhar novos acessos à Freeway

Quer saber quem vai administrar a Freeway e o preço do pedágio?

 

Mais praças

 

E para quem vai viajar, dependendo da região e da estrada em que vai trafegar, o desembolso em favor da CCR ViaSul pode ser ainda maior. É que estão entrando em funcionamento, nos próximos dias, mais cinco novas praças de cobrança de pedágio nas BR-386 e BR-101.

Na Estrada da Produção, BR-386, entre Canoas e Carazinho (no Norte do estado) vão ser quatro novos postos de pedágio Canoas. Dos cinco novos, um fica em Três Cachoeiras, na BR-101, mais próximo de Torres e divisa com Santa Catarina. Também faz parte da concessão a BR-448, chamada de Rodovia do Parque. Sem pedágio.

 

Novas praças

 

1

O pagamento nas novas praças vai ocorrer nos dois sentidos e a instalação dos equipamentos já foi concluída. Agora está em andamento a fase de testes de tecnologia, arrecadação e informação, segundo a concessionária.

 

2

A previsão é de começar a cobrança em fevereiro. O dia ainda não foi definido, pois depende de liberação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Quando houve assinatura do contrato, em janeiro de 2018, foi divulgada que a data de ativação da cobrança seria 15 de fevereiro. 

 

3

Antes da cobrança, os usuários terão a chamada “operação branca”. Por 10 dias, as praças funcionarão para informar os usuários sobre a data do início da cobrança, segundo a empresa, que projetou que faria investimentos de R$ 350 milhões somente em 2019 nas rodovias concedidas.

 

4

Além de manutenção e dos serviços de socorro e guincho permanentes, há previsão de duplicação de trecho da BR-386 (225 quilômetros), que deve começar em 2021, e colocação de câmeras de monitoramento. Na BR-101 e na freeway, é possível perceber as melhorias na pavimentação e sinalização em todo o trecho, antes precárias.

 

5 

Outra novidade em implantação, mas que não é obrigação do contrato, é a instalação de usinas de geração fotovoltaica em diversos pontos. Na Freeway as obras estão mais avançadas. Na alça de acesso à BR-116, em Porto Alegre, já foi concluída a colocação dos painéis e está sendo feito o cabeamento elétrico, segundo a empresa.

 

6

As usinas situadas em Glorinha (futuro posto de pedágio – no quilômetro 50 – que hoje fica em Gravataí – quilômetro 77) e ao lado o posto da PRF, na capital, estão com 50% dos trabalhos prontos. Nas demais praças, ainda dependem de procedimentos administrativos  como os projetos junto às companhias de energia elétrica.

 

NOVOS PEDÁGIOS

 

BR-101: 

Trecho da divisa com Santa Catarina, em Torres, até a BR-290, em Osório. A praça de pedágio fica em Três Cachoeiras e a cobrança começa em fevereiro. Posto está pronto e passando por testes.

 

BR-386: 

De Carazinho (no Norte gaúcho) até o trevo com a BR-116, em Canoas. Cobrança também começa em fevereiro. As praças de cobrança ficam no quilômetro 203, em Victor Graeff; quilômetro 260, em Fontoura Xavier; quilômetro 375, em Paverama; e quilômetro 424, em Montenegro.

 

(com informações do Jornal do Comércio)

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade