coluna do silvestre

Gravataí registra metade dos casos de sarampo de todo o Estado

Campanha contra o sarampo e outras doenças infecto-contagiosas terá Dia D de Vacinação neste sábado em todos os postos de saúde da cidade. FOTO | PMG

Conscientizar a população sobre a importância de manter atualizada a vacinação é um assunto que voltou à pauta após aumento de índices de doenças como o sarampo, também em Gravataí. Nesta semana Secretaria Municipal da Saúde  retomou a Campanha Nacional da Vacinação contra o Sarampo, que visa sensibilizar a população sobre o tema.

 

ATENÇÃO!

 

Neste sábado, dia 15, acontecerá em Gravataí o Dia D de vacinação.

 

Mobilização

 

As unidades de saúde de Gravataí vão abrir as portas neste sábado para o Dia D de vacinação contra sarampo, febre amarela e HPV, das 8h às 17h. O público-alvo é formado por crianças e jovens entre cinco e 19 anos.

— O Dia D, além de ser uma data de conscientização, serve para abrirmos as unidades de saúde para a população que não pode ir durante a semana, possibilitando a imunização no sábado — explicou a coordenadora do Departamento de Vigilância em Saúde de Gravataí (Viemsa), Patrícia Silva.

 

Casos de sarampo

 

1

Em Gravataí está concentrado o maior número de casos de sarampo registrados em todo o Estado. Desde 2019 já foram 35 casos da doença, confirmados, segundo dados do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS).

 

2

Destes, somente em 2020 já foram identificados cinco novos casos, incluindo dois irmãos gêmeos de seis meses de idade e uma criança de um ano, em Gravataí, também segundo o Centro estadual de Vigilância.

 

3

Segundo a coordenadora da Viemsa, o Município já vem adotando estratégias para combater a doença na forma de campanhas de incentivo à vacinação para imunizar crianças e adolescentes e capacitando profissionais para rápida identificação de casos suspeitos.

 

Desinformação

 

De acordo com o Ministério da Saúde, as informações falsas – ou as fake news – são que mais contribuem para levar a população a não se vacinar. A divulgação destas informações falsas sobre a imunização leva dúvidas à sociedade, causando impactos na saúde pública.

— É importante ressaltar que a vacinação é um importante instrumento para a erradicação de doenças. Por isso é de grande importância ficar atento e manter sempre atualizada a imunização — alerta a coordenadora do Departamento de Vigilância em Saúde de Gravataí (Viemsa), Patrícia Silva.

 

 

 

 

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade