coluna do silvestre

Acigra e Lojas Paludo: o que vem por aí

Presidente da Acigra, Régis Marques Gomes, e diretor-presidente da Lojas Paludo, David Paludo (direita): anúncios na festa de aniversário que reuniu prefeito Marco Alba e ex-presidentes da associação.

Teve até bolo com glacê e o nome da entidade escrito na cor azul, além do tradicional “Parabéns a Você”, o evento realizado pela Associação Comercial,. Industrial e de Serviços de Gravataí (Aciga) em que o presidente Régis Albino Marques Gomes apresentou ao prefeito Marco Alba (MDB), secretários, e ex-presidentes da entidade entre outros convidados, o projeto da nova sede da associação.

O bolo e o parabéns foi pelos 91 anos da Acigra, que transcorreu na segunda-feira desta semana (26/8).

— Aproveitamos para comemorar a data e, ao mesmo tempo, mostrar o projeto da nossa nova sede para os ex-presidentes, principalmente a eles, aos quais muito devemos por estar realizando este sonho — disse o presidente da Acigra.

O diretor-presidente da rede de Lojas Paludo, David Paludo, esteve presente e anunciou a novidade da manhã desta sexta (30/8) no encontro que aconteceu na sede da Acigra: a demolição da sede atual e o início das obras do prédio que deverá receber uma filial da loja e a associação começam até o fim de setembro, no máximo na primeira quinzena de outubro.

— Se todas as etapas legais e técnicas forem superadas com a agilidade que esperamos, em 40 dias, por aí, vamos começar a obra — disse David.

Para o presidente Régis e ex-dirigentes da Acigra, o executivo da rede de lojas que tem sede em Campo Bom disse – e confirmou depois para o Seguinte: – que a intenção é abrir as portas e receber os clientes já para o natal do ano que vem, 2020. O prazo de conclusão firmado entre a Paludo e a Acigra, entretanto, é de um ano e meio.

 

De mudança

 

A outra novidade anunciada na confraternização de aniversário da Acigra é que a entidade vai atravessar a rua, agora em setembro, e se instalar em dois andares do edifício Athos, onde funciona a Clínica Rebelatto. Todos os serviços da associação vão ser prestados no endereço provisório, garantiu o presidente Régis Albino, enfatizando que não haverá qualquer prejuízo para os associados.

— Vamos só atravessar a rua. Dá até para botar os móveis nas costas e fazer a mudança — brincou o presidente.

De acordo com Régis, a Acigra tem hoje 12 funcionários a ideia é que este número aumente quando ocupar sua nova – e moderna! – sede, no final do ano que vem como disse David Paludo, ou no começo de 2021, pelo prazo contratual. No edifício Athos a Acigra vai dispor praticamente da mesma área que tem na sede atual, de aproximadamente 400 metros quadrados.

 

LEIA TAMBÉM

 

Gravataí terá grande rede lojista; o que Acigra tem a ver com isso

Acigra firma acordo com Lojas Paludo para construir nova sede

Como será sede sustentável da Acigra

 

Importante

 

No edifício que vai ser construído em Gravataí – investimento de cerca de R$ 10 milhões – serão instaladas placas fotovoltaicas para a geração de energia. Deve se assemelhar à unidade de Esteio, cujo prédio tem sistema igual e onde a conta de energia, atualmente, tem valor zero. Em Gravataí, será contemplada também, pelo menos nos dois andares da Acigra, a iluminação direta.

O projeto privilegia a redução do consumo de energia, com aproveitamento da luz solar, e da água, através da captação de águas pluviais, além de iluminação direta e aplicação de placas acústicas e térmicas, que também diminuem o uso da energia solar. Não há números relativos à expectativa de economia.

 

EM NÚMEROS

 

O novo prédio da Acigra deverá ter 3.452,41 metros quadrados

Será construído nos dois terrenos cedidos pela entidade que, juntos, comam 784,57 metros quadrados

Para a Acigra, conforme o acerto firmado, serão destinados no total 1.236,48 metros quadrados

Considerando as vagas no estacionamento, de acordo com o presidente Régis Albino Marques Gomes, a Acigra terá ao todo aproximadamente 1,5 mil metros quadrados.

A associação vai ocupar os dois pisos superiores com entrada na esquina das ruas Prefeito José Link e Coronel Sarmento.

Além do hall de entrada, serão independentes das lojas Paludo, também, as escadas e os dois elevadores.

De acordo com o presidente, a negociação entre Acigra e Lojas Paludo levou cerca de dois anos para ser concluída.

 

Confira no vídeo (clique na imagem abaixo) a reportagem do Seguinte: sobre o aniversário e a nova sede da Acigra.

 

 

 

 

 

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade