política

Zaffa quer dar vida a ’esqueletos’ de Gravataí

Prefeito Luiz Zaffalon, em seu gabinete da Prefeitura

Luiz Zaffalon encomendou a seus assessores projeto de lei para incentivar, por suas palavras, “quem quiser assumir e terminar os esqueletos” existentes em Gravataí.

O prefeito também negocia com a Caixa Federal a retomada de conjuntos habitacionais parados e que, na sua projeção, futuros moradores podem cortar a fita de mais de 400 imóveis entre o fim deste ano e o início do próximo.

O pedido foi feito às secretarias da Fazenda, Habitação, Desenvolvimento Urbano e Fundação Municipal de Meio Ambiente.

A ideia de Zaffa é, por exemplo, facilitar a renovação das licenças e emitir habite-se sem considerar o ISSQN não pago pela empresa que faliu e abandonou a obra.

No caso das obras financiadas pela Caixa, já há empresa para retomar os residenciais, como informaram técnicos da CEF, em reunião no gabinete do prefeito. Zaffa prometeu ajudar agilizando as licenças para obras começarem ainda em outubro.  

No residencial Quinta da Reserva, na Vila Lourdes, são 40 moradias; no Itacolomi são 160; no São Luís 96 e no Florença, parado desde 2015, outras 112.

Ao fim, são 408 casas em loteamentos populares, além de outros ‘esqueletos’ que vemos Gravataí afora. Aguardemos as regras do projeto.

 

LEIA TAMBÉM

Como tirar o Centro de Gravataí dos anos 70; Uma charla farroupilha com Zaffa

EM VÍDEO | 6 meses de governo: O sincericídio de Zaffa em vídeo; Os feitos, os planos e polêmicas como IPTU, Sogil, Corsan e mais

Gravataí recebeu 1 bilhão em investimentos em ano de pandemia; Alento ao inverno da ’GMdependência’

Um ranking para Zaffa e Marco Alba comemorar em Gravataí

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade