eleições 2020

Voto mais caro de Gravataí custou 44,42 reais

No Caixa 1 prefeituráveis de Gravataí gastaram menos do que o teto de R$ 516.946,69, conforme despesas divulgadas pelo DivulgaCand, hotsite do Tribunal Superior Eleitoral.

A partir dos gastos contratados apurei o ‘custo do voto’, que é a divisão entre o que foi investido e a votação recebida.

Siga na ordem de postagem no TSE.

CLIQUE AQUI para acessar os principais doadores.

 

Anabel Lorenzi (PDT)

Despesa lançada: R$ 290.333

Votação: 13.181

Custo por voto: R$ 22

 

Claiton Manfro (PL)

Despesa lançada: R$ 56.151,00

Votação: 1.264

Custo por voto: R$ 44,42

 

Dimas Costa (PSD)

Despesa lançada: R$ 141.499,46

Votação: 35.623

Custo por voto: R$ 3,97

 

Jairo Carneiro (PT)

Despesa lançada: nenhuma

Votação 2.038

Custo por voto: –

 

Tamires Paveglio (PSOL)

Despesa lançada: nenhuma

Votação: 3.026

Custo por voto: –

 

Luiz Zaffalon (MDB)

: Despesa lançada: R$ 430.118,22

Votação: 57.659

Custo por voto: R$ 7,4

 

LEIA TAMBÉM

Bairro rico tem mais vereadores eleitos em Gravataí

Segue o líder Marco Alba; O grande vencedor da eleição em Gravataí

Quem mais perdeu na eleição de Gravataí; o Diabo em Moscou

Dimas empatou em Gravataí; deputado ok, prefeito ainda não

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade