crise do coronavírus

Vamos vacinar no máximo quarta! Prefeitos de Gravataí e Cachoeirinha acreditam na vacina; É uma bênção

Prefeito de Gravataí Luiz Zaffalon em live pelo Facebook na noite desta segunda

Luiz Zaffalon, de Gravataí, e Miki Breier, de Cachoeirinha, são torcedores, não secadores de vacina. As manifestações dos prefeitos nas redes sociais são de incentivo à vacinação contra a COVID-19.

– Um dia para ficar na história. Já temos vacina contra a COVID no Brasil. Agora é aguardar a chegada nos municípios. Nossas equipes estão preparadas. Respeitando a ordem estabelecida, vamos imunizar nossa população – tuitou Miki, comemorando a autorização da Anvisa para o uso das vacinas.

Zaffa falou em live na noite desta segunda.

– Não vamos ideologizar. As vacinas salvaram o mundo em grandes pandemias como a gripe espanhola. Vamos acreditar na vacina. Sempre deu certo. A vacina é a solução – apelou.

Em Gravataí, o público inicial de profissionais da saúde e idosos em asilos é de pouco mais de 3 mil pessoas. Em Cachoeirinha, 2,5 mil.

As duas prefeituras ainda não sabem o número de doses que receberão do Ministério da Saúde. Os dados serão repassados nesta terça, a partir das 13h, pela 1ª Coordenadoria Regional de Saúde.

A vontade dos dois prefeitos é começar a vacinar já nesta terça. Como detalhei em Vacinas aprovadas! Saiba seu lugar na fila; Gravataí e Cachoeirinha prontas, Gravataí e Cachoeirinha estão preparadas. Mas, pelo que apurei em off, com as equipes técnicas, a vacinação deve começar só na quarta, dia previsto pelo plano nacional de vacinação, como tratei em A promessa da vacina: Dia D é quarta, Hora H é às 10; Cachoeirinha e Gravataí prontas.

É notável o esforço dos governos para evitar o oba-oba e manter a comunidade mobilizada nos cuidados sanitários mínimos, como o uso de máscara.

Reputo simbólico o vice-prefeito de Gravataí, Dr. Levi, médico, a cada manifestação apelar às pessoas para manter o distanciamento, como fez na live de hoje.

– São poucas doses e não podemos achar que tudo voltou ao normal. O início da vacinação não é o ‘liberou geral’. Devemos manter os cuidados para evitar a propagação do vírus. Uso de máscara, álcool em gel e não realizar aglomerações é fundamental – adverte o profissional de saúde, insuspeito de ser um 'anti-mito' porque já sugeriu o uso do tratamento precoce em Gravataí, como contei em Dr. Levi quer cloroquina no Hospital de Campanha de Gravataí; A tímida vacina.

Ao fim, é uma bênção termos políticos que acreditam na vacina. Prefeitos como os nossos, principalmente, já que são a autoridade maior no município, que é onde a gente pisa e os encontra no super.

Diariamente tenho falado, ou trocado mensagens, com Zaffa e Miki. Atesto que para eles não é “apesar da vacina”, é “graças à vacina”. Estão felizes, radiantes. Sabem que a vacina não é boa só para a saúde das pessoas, mas também para a saúde da economia.

Se me permitem compartilhar: eu acordei hoje feliz como nunca!

 

Assista à live de Zaffa

 

LEIA TAMBÉM

Mico de farda: vacina contra COVID deve atrasar em Gravataí e Cachoeirinha; Os biodegradáveis.

O quão Gravataí está longe da falta de ar de Manaus; Bandeira vermelha nos indicadores, laranja no decreto

Voltamos à eleição: explode COVID, abre quase tudo em Gravataí, Cachoeirinha e região; Siga como fica a bandeira laranja

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade