política

Reviravolta deve levar vereador de bairro pobre de Gravataí à Presidência da Câmara; A grandeza do Coruja

Vereador Roger Corrêa deve assumir Presidência da Câmara em seu primeiro mandato como vereador

Uma reviravolta na eleição deve levar ao comando do Poder Legislativo da quarta economia gaúcha um vereador estreante, até março suplente e morador de um dos bairros mais pobres de Gravataí, o Rincão da Madalena. Roger Correa (PP) será eleito para a Presidência da Câmara nesta quinta-feira. Em seu perfil no Facebook, o próprio vereador convida as pessoas à participar da sessão.

Roger, que fez 708 votos em 2020, herdou o mandato de Robertinho Andrade, uma das quase mil vidas perdidas para a covid-19 em Gravataí.

Confirmada a informação, reputo teve grandeza – e respeito pelo Legislativo e por sua Gravataí – o Policial Federal Evandro Coruja (PP), que seria o candidato natural em acordo que garante 2022 para seu partido, ao não optar por acumular seu cargo na PF, além da candidatura a deputado estadual, com a administração de um Poder tão complexo, que na proporcionalidade representa a totalidade dos votos nas urnas na última eleição.

Fiz o apelo ontem, em Coruja será eleito presidente da Câmara; Por respeito a Gravataí e ao Legislativo deveria se licenciar da PF, para que, pelo menos, o vereador se licenciasse durante o período em que comandaria o legislativo. Coruja teria optado por desistir da candidatura. Independentemente de seus motivos, abre mão de um cargo cobiçado por todos os vereadores para não fazer a Presidência da Câmara parecer um 'bico'.

Roger já tem garantidos 15 votos, entre os 21 vereadores, que representam a atual base do governo Luiz Zaffalon (MDB). A votação especial para escolher a nova mesa diretora acontece após a última sessão do ano, que inicia às 17h desta quinta-feira.

Ao fim, curti ver o Rincão representado no comando da Câmara por um vereador que tem declarados ao TSE apenas um Prisma 2013 de R$ 34.410,00 e gastou R$ 10 mil na campanha eleitoral. 

Que Roger, ainda novato no mandato, se assessore bem, convide um bom procurador, porque coragem, pelo visto, não lhe falta, para assumir uma casa política em um ano eleitoral que, invariavelmente, mexerá com a eleição para a Prefeitura lá em 2024.

 

LEIA TAMBÉM

Pauta boa, pauta-bomba: emendas tentam excluir prefeito, vice, secretários, vereadores e CCs de aumento do funcionalismo em Gravataí; O tapetão e o marisco

Heinze lança vereador de Gravataí como candidato do bolsonarismo raiz; A cloroquina derramada

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade