opinião

O projeto que é a cara do governo Miki

Prefeito entregou oitavo trecho de calçadas revitalizadas na avenida Flores da Cunha

Primeiro a notícia, depois comento.

Já está aberto ao passeio mais um trecho das calçadas revitalizadas na avenida Flores da Cunha, em Cachoeirinha. São 895m2 de área construída da Rua Arthur Emílio Ozzio até a Rua Dona Cecília. 

– Estamos com obras ao lado do Shopping do Vale e temos outros sete projetos encaminhados. Somando, podemos dizer que em torno de metade da Flores da Cunha está envolvida no programa – calcula o prefeito Miki Breier, lembrando que as novas calçadas são esperadas pelos moradores há mais de 20 anos e que os projetos para os demais trechos já estão prontos ou em execução.

Além do entregue nesta quinta, o oitavo, dois outros já estão em execução e serão inaugurados nas próximas semanas: próximo ao shopping do Vale entre a avenida Rua Aparício Soares da Cunha e a Rua Itaberaba; e na parada 49, entre a Fernando Ferrari e a Rua Antônio Bastos. 

O projeto, chamado Cachoeirinha, Eu Amo, Eu Cuido, é uma parceria entre o governo e proprietários para a revitalização do passeio. A Prefeitura entra com o projeto, a mão de obra e a fiscalização e os empresários com o material. O programa envolve as Secretarias de Segurança e Mobilidade, Planejamento e Captação de Recursos e de Infraestrutura e Serviços Urbanos.
A revitalização do trecho com piso tátil, acessibilidade e paisagismo nos canteiros, com flores do Horto Municipal, que serão mantidas pelos proprietários das lojas do entorno.

 

Analiso.

Talvez seja o projeto que mais simboliza o governo Miki, em seus melhores e piores momentos.

Piores e melhores momentos porque criatividade é o que resta quando o prefeito administra um governo atolado em dívidas e que é mais um administrador de folha de pagamento do funcionalismo – seis em cada 10 reais da receita, ainda acima dos 54% limitados pela Lei de Responsabilidade Fiscal – e calote de repasses, para ficar em apenas dois exemplos, R$ 10 milhões estaduais da saúde e R$ 2 milhões federais para creches.

As críticas são incontestáveis ao abarcar Miki no projeto que comanda a Prefeitura desde 2000, com outras lideranças como os ex-prefeitos Vicente Pires e José Stédile. Se as coisas estão como estão, esse grupo político tem suas responsabilidades. Assim como seus satélites, tantos quanto as luas de Saturno, mesmo que alguns ensaiem diferentes órbitas a cada quatro anos.

Mas inegável é o esforço do prefeito em arrumar as contas, mesmo pagando de vilão para parcela do funcionalismo. Isso que o ajuste fiscal de Miki, perto do que fez em Gravataí Marco ‘mãos de tesoura’ Alba (MDB), foi ‘coisa de socialista’.

Ao fim, como para elogiar governos é preciso mais do coragem do que para criticar, em um momento em aos políticos resta apenas presunção de culpa, essa revitalização das calçadas merece parabéns, por simples e barata. A Flores da Cunha, o ‘shopping a céu aberto’ de Cachoeirinha, está ficando mais bonita.

É um projeto com a cara do governo Miki.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade