política

O gravataiense cotado para substituir Stédile no governo Leite; Os rápidos e os lentos

Jones Martins | Foto ARQUIVO

Printe & Arquive na Nuvem 2.

Quando reportei, no 'Printe & Arquive na Nuvem' da coluna de sexta-feira à noite, PSB fora: José Stédile vai pedir demissão do governo Leite; Ex-prefeito de Cachoeirinha é aposta na eleição, que o ex-prefeito de Cachoeirinha José Stédile – e seu PSB – deixaria a Secretaria de Obras do Estado, recebi zap de emedebista:

– Vamos ver quem assume a Secretaria…

As reticências despertaram o repórter.

O que apurei no fim de semana é que um gravataiense está entre os cotados: é Jones Martins (MDB), morador da Paragem Verdes Campos e ex-deputado federal, ex-vereador por dois mandatos e 51 mil votos como segundo colocado na eleição para a Prefeitura em 2008.

Quem não acompanha a política da aldeia pode até pensar que os apoios de Jones venham de outros gravataienses, como o prefeito Luiz Zaffalon, seu ‘Grande Eleitor’ e ex-prefeito Marco Alba, ou a deputada estadual Patrícia Alba.

Não. Na eleição de 2020, após perder a indicação como candidato à Prefeitura para Zaffa, Jones e seu grupo – os vereadores Clebes Mendes, Nadir Rocha (em memória) e Paulinho da Farmácia respondem a processo de expulsão por, com abstenção, permitirem a rejeição das contas de 2017 de Marco pela Câmara, o que reportei em Conspiração do ’fogo amigo’ rejeita contas de Marco Alba; Com Jones & tudo – foram apontados como ‘suspeitos’ de apoiar o adversário do MDB, Dimas Costa (PSD).

Desde o episódio da perda do Mercado ‘Ford’ Livre, Marco Alba é ‘anti-Leite’, conforme a própria mídia estadual, como trarei em artigos como Marco Alba pode disputar prévia para governador, diz GZH; O ’anti-Leite’ e Perder Mercado Livre é pior que Ford, diz Marco Alba a Eduardo Leite; o ’delivery’.

Se Jones emplacar terá como padrinhos os deputados Gabriel Souza e Juvir Costella, este hoje secretário de Logística e Transportes do governo Eduardo Leite (PSDB).

 

LEIA TAMBÉM

A vitória arrasadora de Zaffa contra Jones; o ’Grande Eleitor’ e o dia seguinte

 

Ao fim, o ex-deputado federal, que já foi indicado pelo mesmo grupo de fora de Gravataí, e Leite aceitou, para Sulgás, como alguém que vive a política 24h há mais de duas décadas segue longe dos holofotes, mas operando nos bastidores.

Lembra aquela do Millôr: “Tudo é questão de objetivo – você pode ser o últimos dos rápidos ou o vencedor dos lentos”.

ATUALIZAÇÃO: Jones enviou nota, que reproduzo e analiso no artigo Gravataiense Jones nega articulação para ser secretário de Leite; As lições de Tancredo.

 

LEIA TAMBÉM

Em Gravataí, se o povo gostar do político, políticos querem matar!; o ’Efeito Orloff’

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade