opinião

O ’dízimo político’ para Dr. Levi ir para o MDB

Em reunião em sua clínica Dr. Levi pediu para pré-candidatos a vereador e apoiadores espalharem que ele é candidato a prefeito

Segunda, 21h. Clínica Millenarium. Portas fechadas. Reunião em que Levi Melo confirmou que é candidato à Prefeitura, sem antecipar se pelo Republicanos ou pelo MDB do prefeito Marco Alba, conforme revelei minutos após os acontecimentos no Seguinte: em Dr. Levi confirma candidatura a prefeito; do Marco Alba?.

Outro acontecimento 'vazou'.

Carlos Gomes e Sérgio Peres, deputado federal e estadual, respectivamente, e os pastores que são os chefões do partido cujo sobrenome é ‘Igreja Universal do Reino de Deus’, cobraram de Régis Fonseca uma filiação no Republicanos.

– Já ocupaste cargo em Glorinha, e agora em Gravataí. Quando vai se filiar? – pressionou o presidente estadual.

‘Número 1’ do Dr. Levi, após se desfiliar do PSD, Régis é desde 9 de dezembro o procurador-geral de Gravataí, após ocupar o mesmo cargo e ter sido secretário da Saúde do município vizinho, como tratei em artigos como Régis assume Procuradoria; é o número 1 de Levi e Avança a Operação Dr. Levi; o candidato a prefeito de Marco Alba.

Régis disse que não se filiará a partido nenhum. Não falou, mas vai apoiar a reeleição do vereador – e amigo – Alan Vieira (MDB).

Ao fim, sem torcida ou secação, a inconformidade dos pastores mostra que o Republicanos espera algum ‘dízimo político’ caso perca Dr. Levi.

O vice, por exemplo.

Selma Fraga foi uma das 'convidadas' para a reunião. Sobre a potencial candidata a vice, já tratei em Fraga após a ’ponte’ para Dr. Levi candidato de Marco Alba.

 

LEIA TAMBÉM

Voto secreto deve incendiar ’prévias’ no MDB de Gravataí; o prazo do Dr. Levi

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade