política

MDB quer expulsar Clebes, Paulinho da Farmácia e Nadir por trabalhar para Dimas

Ex-deputado federal Jones Martins, Clebes, Paulinho e Nadir em 2019 | Foto ARQUIVO

O MDB de Gravataí abriu processo de expulsão dos vereadores Clebes Mendes, Paulinho da Farmácia e Nadir Rocha, por infidelidade partidária. O líder da bancada, Alan Vieira, já fez a comunicação a Câmara.

Um dos motivos é o suposto apoio dos três parlamentares, os mais votados do partido em 2016, ao candidato de oposição Dimas Costa, da coligação Toda força para Gravataí (PSD / PV / DEM / PATRIOTA / SOLIDARIEDADE / PROS), e não para o candidato do governo Luiz Zaffalon, da coligação Gravataí não pode parar (MDB / REPUBLICANOS / PP / PSL / PTB / PSDB / PSB / PRTB).

Tratei da polêmica em artigos como Por que Clebes e Nadir apoiam Dimas e não Zaffa; Cavalo de Tróia não galopa e Filho de Nadir apoia Dimas; O dia seguinte à traição a Marco Alba. Os vereadores negaram em Clebes e Nadir não passam recibo: ’Apoiamos Zaffalon’; Já suas campanhas….

Outro apontamento foi a abstenção dos três na votação das contas de 2017 do prefeito. Ao não votar, os vereadores traíram Marco Alba ao permitir que a oposição seguisse recomendação do Tribunal de Contas do Estado reprovando a gestão.

A confirmação da expulsão ameaça os mandatos de Clebes, Paulinho e Nadir.

Ao fim, é como conclui o artigo TCE suspende rejeição de contas; Marco Alba pode voltar à Prefeitura em 2024: “tão sincero quanto o medo, o xis na testa da política é tão perpétuo quanto tatuagem”.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade