política

Hora de confiar em Miki; A posse, a mulher presidente e Cachoeirinha is the new Gravataí

Miki faz o juramento de posse em sessão solene fechada na Câmara

Miki Breier (PSB) apelou por “mais convergência e menos divergência”, em seu discurso de posse para o segundo mandato, na noite desta sexta, 1º de janeiro de 2021.

– É hora de olhar para a frente – pediu o prefeito reeleito com uma diferença de apenas 318 votos, na cerimônia restrita na Câmara de Cachoeirinha que também deu posse ao vice Maurício Medeiros (MDB) e aos 17 vereadores: David Almansa (PT), Cristian Wasem (MDB), Deoclécio Mello (Solidariedade), Jussara Caçapava (PSB), Jordan Protetor (PDT), Paulinho da Farmácia (PDT), Edison Cordeiro (Republicanos), Brinaldo Mesquita (MDB), Xavier Espindola (PSD), Marco Barbosa (PP), Major (MDB), Gelson Braga (PSB), Juca Soares (PSD), Gilson Stuart (PSB), Fernando Medeiros (PDT), Nelson Martini (PTB) e Mano do Parque (PSL).

Assista a integra da sessão que escolheu a governista Jussara como presidente do legislativo para 2021.

Abaixo do vídeo sigo.

 

 

Miki evitou confrontos com a oposição, mas demarcou posições. Citou o gasto herdado de 77% com folha de pagamento e, “com pulso firme e contrariando interesses”, a redução de secretarias, CCs, a economia de R$ 100 milhões em contratos e entregas como a UPA, duas creches, a Farmácia Móvel e o Hospital de Campanha.

– Só hoje, entre 7h e 11h, 40 pessoas foram atendidas – disse.

O prefeito reeleito também relembrou a guerra política que atrapalhou o governo antes e durante o ano de caos da pandemia.

– Sofremos com CPIs vazias, uma tentativa golpe institucional, fake news e mentiras nas ruas. Mas a população resolver dizer que Cachoeirinha não poderia parar ou voltar para trás.

– A cidade precisa de investimentos em infraestrutura, mas também para enfrentar a fome e buscar a vacina. Vamos todos, respeitando as diferenças, governar para todos. A Cachoeirinha do futuro depende de cada um de nós – convocou os parlamentares.

 

: Jussara Caçapava (E) ao lado de Miki e a primeira-dama Vanessa, e do vice Maurício Medeiros

 

Ao fim, resta confiar em Miki e observar se Cachoeirinha is the new Gravataí. Marco Alba enfrentou dificuldades nos primeiros quatro anos, conseguiu equilibrar as contas, contrair financiamentos, criar ambiente para receber R$ 2 bilhões em negócios e encerrou oito anos com a cidade entre as que mais investiram no Brasil mesmo em meio à pandemia.

Pior que o primeiro não há como ser.

 

LEIA TAMBÉM

O perfil do novo secretariado de Miki é do secretário que não sabia

O prefeito que gostaria de tomar a vacina

ENTREVISTA EM VÍDEO | Miki: ’Agora as coisas vão acontecer’

Miki é reeleito em Cachoeirinha; como ficou a Câmara

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade