política

Gravataiense Jones nega articulação para ser secretário de Leite; As lições de Tancredo

Jones Martins | Foto ARQUIVO

O ex-deputado federal Jones Martins (MDB) envia nota negando conhecer articulação para ser indicado como secretário de Obras do governo Eduardo Leite (PSDB), como reportei na manhã desta segunda-feira em O gravataiense cotado para substituir Stédile no governo Leite; Os rápidos e os lentos.

Reproduzo na íntegra e, abaixo, sigo.

“…

Prezado Jornalista Rafael Martinelli

Sobre a matéria que envolve uma possível indicação do meu nome ao honroso cargo de secretário estadual de obras, publicada recentemente no site de notícias “Seguinte:”, peço que publiques os seguintes esclarecimentos, como forma de repor a verdade dos fatos:

1. Desconheço qualquer indicação ao meu nome, embora a simples cogitação, me deixa lisonjeado.

2. Te afirmo, peremptoriamente, que não há NENHUM patrocínio dos deputados Juvir Costella e Gabriel Souza, conforme tu referes na matéria. Aliás, você poderia consultá-los sobre o assunto, antes de publicar qualquer cogitação.

…”.

Sigo eu.

Em outro zap, o amigo Jones chama meu ‘Printe & Arquive na Nuvem’ de fake news.

Ok. Vai nem ele sabe da cogitação, só eu, né?

Mesmo que soubesse, e não tenho porquê duvidar da palavra de Jones de que não saiba, estaria na dele.

Como vazou, agiria como todo político experiente que não quer ser o aliado que ouviu do então governador de Minas Gerais Tancredo Neves: “Meu filho, diga que foi convidado e não aceitou. Assim, você sai por cima”.

Outra que gosto muito de Tancredo, e que o tempo ensina a quem acompanha a política, é que “depois que um político ganha uma eleição, seus principais adversários deixam de ser os oposicionistas e passam a ser os seus aliados”.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade