crise do coronavírus

Gravataí de máscara: números estáveis e cautela com covid; Ainda cai um Boeing por dia no país

O número de infectados pela covid-19 cresceu, o número de óbitos caiu e as internações se mantém estáveis em Gravataí em outubro, conforme dados compilados pelo Seguinte: nesta segunda-feira. É a ‘ideologia da ciência’ comprovando que, mesmo com o ‘novo normal’, a vacinação funciona. Já é hora para tirar a máscara?

– O momento é de estabilidade, mas ainda requer cautela. Temos reforçado a necessidade da aplicação da D3, principalmente em idosos – diz o secretário da Saúde Régis Fonseca, pedindo apoio na divulgação da dose de reforço:

– É fundamental!

– Quanto ao uso de máscaras, há uma tendência natural de liberação em espaços abertos. Mas o tema foi regrado por legislação federal. Portanto, é necessário aguardar alteração nacional. O Estado também vem estudando o tema – completa.

Desde o início da pandemia em março de 2020 são 24.683 casos, 801 em outubro. A média diária foi de 25. Em setembro tinha sido de 18.2. Para efeitos de comparação em agosto foi 12,7; julho 16.7 e junho 37.4.

Os óbitos caíram de 0.6 para 0.5 a cada 24h. Em agosto foi de 0.8; julho 1.3; junho 2.3 e março, o pior mês da pandemia, 6 a cada 24 horas.

No último dia de setembro 12 das 16 UTIs estavam ocupadas. Os 12 leitos de enfermaria estavam lotados. Hoje 13 UTIs estão com pacientes e 6 leitos de enfermaria ocupados.

Gravataí é hoje um retrato do RS e do Brasil.

Neste sábado, a média móvel no estado foi de 1.512 infectados diários, 64% maior do que há duas semanas e o maior desde a metade de agosto.

A média de mortes permanece estável: 31 vítimas diárias, 15% acima do registrado duas semanas atrás.

No país o total de mortes em outubro de 2021 foi 11.060. É o menor número desde abril de 2020, quando o país registrou 5.804 mortes no mês. A média é de 357.

Em Gravataí 86.9 já receberam a primeira dose e 34.9 tem o esquema vacinal completo.

Conforme o Comitê de Crise do RS, 78,6% dos gaúchos já receberam a primeira dose e 61,2% completaram o esquema vacinal.

Ao fim, são bons indicadores. Mas reputo ainda não é o momento para desobrigar o uso da barata e eficaz máscara, nem mesmo ao ar livre. Especialista apontam isso. Grosseiramente: você pode estar descendo a José Loureiro de máscara e alguém estar subindo bem falante e cuspindo no seu olho.

A pressa dos EUA para abolir máscaras foi considerada um erro de estratégia. Houve liberação e recuo após o número de novos casos diários aumentar de 13 mil para mais de 57 mil em poucas semanas.

A meta do Ministério da Saúde para controlar a covid-19 é vacinar 85% de todos os habitantes com duas doses. Ainda estamos no meio do caminho.

Ao fim, a pandemia não está sob controle e o número de mortes ainda é inaceitável. Em Gravataí lamentamos uma vida perdida a cada 2 dias. No Brasil cai um Boeing a cada 24h. Recuso-me a acostumar.

 

LEIA TAMBÉM

Onde Bolsonaro não pode entrar em Gravataí; O ’passaporte vacinal’

Líder da vacina, Gravataí começa a aplicar terceira dose contra covid; A noite escura dos pobres e as estrelas da noite

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade