política

Falta um secretário no governo Zaffa; ’Carlos Fonseca saiu do grupo’

Carlos Fonseca, à esquerda, permaneceu sentado, solitário nas últimas fileiras, durante a primeira sessão de 2021

Printe & Arquive na Nuvem.

Revisei a série de nomeações para CCs publicadas nas 8 edições do Diário Oficial de 2021 de Gravataí e ainda não consta Jair Nogueira como diretor-presidente da Fundação de Meio Ambiente (FMMA). Já não tinha aparecido no site da Prefeitura nos textos e fotos sobre os 'contratos' assinados pelo secretariado, o que tratei em Zaffa: no primeiro dia útil, trabalho sem cerimônia.

Da cota do PSB, o professor é o único ainda não oficializado no primeiro escalão do governo Luiz Zaffalon (MDB). Efeito do ‘Carlos Fonseca saiu do grupo’, que antecipei dia 1º de janeiro em EXCLUSIVO | O Secretariado de Zaffa, novo prefeito de Gravataí.

Escrevi:

"… Na formação do secretariado o único estresse teria acontecido com o vereador Carlos Fonseca, que queria ocupar a FMMA, permitindo o suplente Eder Keké assumir. Só que Zaffa não queria vereadores eleitos no secretariado. A indicação da presidência da fundação foi para votação no PSB e Carlos perdeu para o colega vereador Paulo Silveira, que escolheu para o cargo seu há anos assessor, o professor Jair, além de já ter outro político próximo, Luis Stumpf, indicado para o secretariado. Descontente, Fonseca saiu de grupo de WhatsApp com governistas…"

Sigo.

Há outra evidência. Gritou o som do silêncio de Fonseca na sessão de posse do prefeito, vice e vereadores, onde também aconteceu a eleição para a Presidência da Câmara. O vereador sentou sozinho nas últimas fileiras do plenário e ali permaneceu durante as três horas de sessão. Só levantou para assinar o termo de posse e para votar. Só falou com quem foi até ele assuntar.

Discreto como é sua característica, não reclamou publicamente de nada e cumpriu acordo da base governista ajudando a eleger Alan Vieira (MDB) presidente da Câmara. Mas comentou com outros parlamentares, que confirmaram em off ao Seguinte:, que teme que Paulo Silveira use a maioria que tem no partido para ser também o presidente da Câmara em 2022, ano que cabe ao PSB no acordo.

Ao fim, para quem não conhece política a ‘crise’ pode parecer apenas um detalhe. Não é. Tanto que Jair ainda não foi nomeado. Fato é que, na Câmara, em um ano de 'pautas-bomba', Paulo Silveira tem um voto na Câmara e Fonseca também.

Já escreveu Millôr que a preocupação da NASA passa a ser séria no momento em que o astronauta comunica que a descarga não está funcionando.

 

LEIA TAMBÉM

Zaffa na Prefeitura, Patrícia na Assembleia, Alan na Câmara e Marco Alba na História de Gravataí; As posses

A primeira sessão; Top 10 das frases dos vereadores de Gravataí

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade