opinião

Deu certo a estratégia ’fura-denúncia’ do governo; siga o vídeo

Secretária falou na Câmara sobre denúncias de ’fura-fila’ no Breno Garcia

Luciane Ferreira, secretária de Projeto Especiais e Habitação, falou, mas pouco disse nesta quinta, na Câmara, sobre as suspeitas de ‘fura-fila’ no Breno Garcia publicadas pelo jornalista Eduardo Torres em uma série de reportagens no Correio de Gravataí.

Por duas horas, ela fez uma apresentação do loteamento, que é o maior Minha Casa, Minha Vida do Sul do Brasil, projetado para receber 10 mil pessoas, uma ‘cidade dentro de Gravataí’, e lamentou a falta de apoio do governo estadual, que não fez as obras de infraestrutura e acesso previstas e empurra para o município uma conta do transporte escolar de 390 alunos.

Aos questionamentos sobre irregularidades, respondeu que só fala após o fim de sindicância aberta pela Prefeitura há 40 dias:

– É um projeto gigantesco. Se houve alguma irregularidade, não foi por dolo, ou para privilegiar alguém, e será sanada.

– Se as respostas da investigação não forem suficientes, vou propor uma CPI na Câmara – antecipou Alex Peixe (PDT), o vereador que convocou a secretária.

Ao fim, o governo deu aula de redução de danos políticos. O depoimento da secretária foi adiado em um mês, quando as manchetes do ‘caso Breno’ já restam apagadas nas memórias. E, em sua fala, numa sessão sem polêmicas, o que a articulada Luciane fez foi uma boa propaganda do feito do governo Marco Alba.

Deu certo a estratégia ‘fura-denúncia’.

 

Siga o vídeo na íntegra

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade