política

Como deputada de Gravataí vai votar projeto de aumento de ICMS; O doce sabor da oposição

Patrícia Alba assumiu como deputada há uma semana e já tem votação polêmica na estreia

Mesmo com a perda de R$ 20 milhões no Orçamento de 2021 que será administrado por Luiz Zaffalon, a primeira-dama e primeira deputada estadual de Gravataí Patrícia Bazotti Alba (MDB) vai votar contra o projeto de renovação das alíquotas de ICMS, nesta quarta-feira.

O MDB – partido que aumentou o imposto nos governos Antônio Britto (1995-1998), Germano Rigotto (2003-2006) e José Ivo Sartori (2015-2018) – tirou posição contrária ao projeto.

Já tinha antecipado a jogada ensaiada dos Alba quando, logo após a posse de Patrícia, Marco anunciou redução de impostos em Gravataí, no artigo Projeto evita tarifaço no IPTU em Gravataí; a primeira jogada ensaiada dos Alba.

Patrícia já informou a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Gravataí (Acigra), que em manifesto crítico ao projeto a inclui entre os contrários.  

Ao fim, é o doce sabor de ser oposição que experimenta Patrícia. Apaixonada por política e convivendo com o marido prefeito, sabe bem o desgaste que trazem ações impopulares, que mexem no bolso das pessoas, como a atualização do cadastro imobiliário com base no sistema de georreferenciamento que, ao identificar metragens antes não cobradas, aumentou o IPTU para quase todos os contribuintes de Gravataí.

É um sabor parecido ao que Eduardo Leite degustou na campanha de 2018, quando disse que só precisaria de dois anos do tarifaço de Sartori, que aumentou a alíquota básica de ICMS de 17% para 18% e as de energia, gasolina, etanol e comunicações de 25% para 30%.

Agora, azedou.

Já dizia o Millôr sobre oposição:

– A briga só existe porque eles afirmam que nós estamos contra eles, quando ninguém desconhece que eles é que estão contra nós.

 

LEIA TAMBÉM

Patrícia Alba assume amanhã como a deputada de Gravataí; A ’bomba’ da estréia

Patrícia Alba: ’O governador terá que ouvir Gravataí’

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade